6 Diferentes Tipos de Oração


Por: Frederick K.C. Price
Tradução e versão: Carla Ribas

A oração pode tornar-se frustrante se não entendermos a Palavra de Deus e Seus caminhos.

A maioria dos cristãos não estão cientes de que há vários tipos de orações discutidas na Palavra de Deus, e se você usar um tipo quando deveria estar usando outro, ela não será eficaz. 

Você estaria aplicando a ferramenta espiritual errada para suas necessidades ou pedidos. Deus diferencia cada uma das seis formas de oração mencionadas na bíblia que têm funções diferentes, como descrito abaixo.

1. A Oração de Concordância

Em Mateus 18:19, Jesus introduziu a oração de concordância quando Ele disse: "Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu."

Logo de inicio, você pode notar que, para que a oração de concordância seja eficaz, as pessoas envolvidas na oração precisam concordar! Você não pode saber o que outra pessoa quer - no que ela anseia - e Deus não pode responder a sua oração por alguém contra a sua vontade. Para usar a oração de concordância, você deve ter certeza de que a pessoa com quem você está concordando está alinhada com o que você está pedindo.

Se alguém me pede para orar em concordância com ele, eu pergunto: "Pelo que especificamente você quer que eu ore?" É absolutamente necessário certificar-se de que você está em perfeito acordo com o que o seu pedido de oração antes de juntar-se a outro crente na oração de concordância.

2. A Oração da Fé

A oração da fé, também conhecida como oração de petição, é a oração que a maioria das pessoas pensa quando usa o termo "oração". Oração de petição é entre você e Deus. É você pedindo a Deus um resultado determinado.

O versículo chave para a oração da fé é Marcos 11:24, onde Jesus diz: "Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis.”
A regra a considerar aqui é quando você orar, não depois de orar, não quando você sentir alguma coisa, não quando você vir algo. Quando orardes (no momento em que ora) você deve acreditar que recebe o que pediu.

Hebreus 11: 1 diz: "Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e”a prova das coisas que se não vêem." Sua fé é a substância é algo real, algo tangível. É a prova das coisas que você não pode ver.

Observe que Marcos 11:24 não diz quando você realmente verá o resultado da sua oração. Não fala quanto tempo vai demorar para que o resultado da oração apareça, e é ai que muitos cristãos se complicam.

Deus vive em um eterno agora. Não há passado ou presente para Ele. Mas nós somos seres temporais que vivemos no contexto do tempo.
Quando você ora com fé, Deus imediatamente concede o seu pedido - no reino espiritual. Mas, no mundo natural, devido a uma série de fatores, pode levar algum tempo para a resposta se manifestar.

Deus responde às orações, e Ele vai responder a sua oração específica de acordo com a Sua Palavra, mas é sua fé que traz a resposta do mundo espiritual para o mundo físico. Quantas vezes nas Escrituras que Jesus diz a alguém, "segundo a vossa fé"?
Ele se referiu a fé dos povos constantemente, e apesar de ter sido o Seu poder que os curou, Ele sempre creditou sua fé como sendo o catalisador. De fato, quando Jesus foi à sua cidade natal, somos informados de que Ele "não fez ali muitas maravilhas, por causa da incredulidade deles" (Mat. 13:58).

Será que Jesus de repente perde seu poder durante essa visita a Nazaré? Não!
Seu poder nunca mudou. O que mudou? Foi nível de fé do povo misturado com Seu poder
Há uma explicação espiritual simples para isso. Deus não vai fazer algo contra sua vontade. Deus não pode violar o seu livre-arbítrio. Se você não tem fé para fazer algo, Ele não vai arbitrariamente substituir a sua falta de fé.

3. A oração de Consagração e Dedicação

Em Lucas 22: 41-42, vemos delineada a oração da consagração e dedicação: "E [Jesus]  apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.”
Ele estava orando, na verdade, "Se há alguma outra maneira de fazer isso, vamos fazê-la." 

Mas a chave para Jesus, e para nós, é: "Todavia não a minha vontade, mas a Tua, seja feita".
Você ora para que a vontade de Deus seja feita quando você não conhece a Sua vontade e nem  um caminho alternativo que aparece é igualmente "correto" ou da "vontade de Deus”. Na ausência de instruções diretas, a oração de consagração e dedicação diz que você permitirá que Deus defina sua direção ou tome as suas decisões.

A oração de consagração e dedicação funciona quando você tem duas (ou mais) alternativas certas à sua frente, e você não está recebendo uma direção clara, nesse momento sobre qual opção Deus quer que você escolha. Quando a direção não é clara, mas qualquer uma das opções parecem ser legítimas, corretas - esse é o momento perfeito para dizer: "Senhor, se for da Tua vontade, eu estou escolhendo a opção A."
Acredite em mim, Ele irá alertá-lo se você estiver tomando a direção errada na estrada.

4. A Oração de Louvor e Adoração

Nesta oração, você não está pedindo que Deus faça algo por você ou para dar-lhe alguma coisa. Você não está mesmo pedindo direção e dedicando sua vida a alguma coisa que Deus o tenha chamado para fazer. Ao invés disso, você só quer louvar o Senhor, para agradecer a Ele por Suas muitas bênçãos e misericórdia. Você quer dizer a ele o quanto você O ama.

Um bom exemplo deste tipo de oração está em Lucas 2:20, que descreve a reação dos pastores que tinham visto o bebê Jesus: "Então voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito.

Em Lucas 18:43, o homem cego curado foi descrito como "glorificando a Deus." O versículo também diz que todo o povo que testemunhou o milagre "deu louvores a Deus." Eles oraram orações de agradecimento.

Veja como Jesus orou em João 11:41: "Pai, graças te dou por me haveres ouvido", referindo-se a sua oração anterior sobre Lázaro. Na oração do Senhor, Jesus disse aos discípulos: "Quando orardes, dizei: Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o teu nome" (Lucas 11: 2).
Paulo escreveu aos Filipenses: "Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.(Filipenses 4:6) Isto quer dizer que, mesmo quando oramos a oração da fé, devemos sempre intercalar adoração e louvor.

5. A Oração de Intercessão

Intercessão significa que você está intercedendo  - agindo em oração - em favor de outra pessoa. A pessoa pode ser incapaz de orar por si própria. Talvez ela esteja nas drogas ou mentalmente confusa por doutrinas demoníacas. Talvez a pessoa esteja tão doente que não seja capaz de reunir a energia para se manter alerta, muito menos para orar.

A intercessão envolve orar pelos outros. Ela pode envolver orar de uma maneira geral por coisas tais como a igreja ou o governo, ou oferecer orações mais específicas com base em seu conhecimento sobre a necessidade de uma pessoa.

Em Efésios 1: 15-18, Paulo escreveu: "Por isso, ouvindo eu também a fé que entre vós há no Senhor Jesus, e o vosso amor para com todos os santos, não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações: Para que o Deus de nosso Senhor Jesus
Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos."

Aqui, Paulo deixa claro que ele orou regularmente para a igreja em Éfeso e para que as pessoas de lá recebessem estas bênçãos. Ele não se pôs de acordo com qualquer um, de modo que este parece ser um bom exemplo de oração de intercessão.

Da mesma forma, em sua saudação aos Filipenses, ele escreveu: "Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, fazendo sempre com alegria oração por vós em todas as minhas súplicas" (Filipenses 1: 3-4.). O fato de Paulo dizer que fez pedidos por eles sugere que este também foi um exemplo de oração de intercessão.

6. A Oração de Ligar e Desligar

Esta oração é encontrada em Mateus 18: 18-19. Jesus diz: "Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus."

Existem vários pontos importantes nas declarações de Jesus aqui, sendo o primeiro que temos autoridade aqui nesta terra pela virtude de nossos direitos por meio do pacto que temos através de Jesus. A segunda coisa que notamos é a direção da ação. As coisas não começam no céu e vem para a Terra, ao contrário, a ação começa aqui na Terra. Observe que ele diz: "Tudo o que ligares na terra será ligado no céu, e tudo o que desligares na terra será desligado no céu."

Como todas as coisas no sistema de Deus, este tipo de oração funciona apenas alinhada com a Palavra de Deus e Suas leis. Você não pode vincular as coisas à toa. 

Você pode, no entanto, vincular os espíritos imundos que estão agindo na vida das pessoas ou espíritos angelicais trabalhando em seu favor, por ordem de Deus, nas áreas em que Deus já prometeu-lhe resultados. Quando você ora dessa maneira, Deus afirma que no céu Ele coloca seu selo de aprovação em sua oração. Ligar e desligar tem que estar baseado na autoridade que Deus lhe concedeu na Escritura, não em algum desejo que você tenha.

Deus providenciou cada tipo de oração para uma finalidade específica. Embora você possa usar mais do que um em determinado momento, é importante ser claro sobre qual tipo você está usando e porquê, e estar ciente de suas limitações. Se você seguir os exemplos na Bíblia, certamente os usará corretamente.


Fonte: Charismamag.com
Trechos Biblicos: bíbliaonline.com



4 Passos de Sucesso para a Resolução de Conflitos

4 Passos de Sucesso para a Resolução de Conflitos

Por: Gina McClain
Tradução e Versão: Carla Ribas

Nos últimos dias temos falado sobre conflitos, porque as pessoas os evitam e porque é melhor aprender com eles.
Uma coisa que aprendi ao trabalhar com equipes; quando dois ou mais estiverem reunidos ... haverá conflito!


Por quê? Porque todos nós temos as nossas opiniões sobre como as coisas deveriam ser e somos apegados às nossas opiniões.

O conflito é uma realidade na liderança. Estudei profundamente sobre como agir quando em conflito, desde como evitá-lo completamente até como ir à fundo nele, deixando uma contagem de corpos para trás. Deixe-me dizer-lhe, nem uma nem outra abordagem funciona bem.

Hoje, quero compartilhar os 4 passos para o sucesso que descobri serem úteis durante o conflito. Mas, antes de lê-los, alguns esclarecimentos são necessários. Algumas “Regras de Compromisso".

1. Regra de Compromisso: Pessoalmente é melhor do que por escrito. Por favor, por favor, por favor! Tentar solucionar conflitos por e-mail não dá certo. O texto não comunica linguagem corporal, expressão facial nem entonação de voz. Se eu estou ofendido, o texto fornece muito espaço para interpretação. O texto não é o caminho para a resolução de conflitos. Sempre que possível, fique cara-a-cara.

2. Regra de Compromisso: Se o conflito for entre mais do que uma parte ou entre duas partes e você for o líder, evite reuniões individuais. Evite reuniões com cada uma das partes isoladamente para trabalhar o conflito. Dá muita margem para “disse-me-disse.” Nesse caso, você acaba fazendo o papel de mediador. Você não quer mediar o conflito. Você quer facilitar o diálogo. Reuna todas as partes envolvidas na mesma sala e trabalhe em conjunto.

Estes são os requisitos preliminares para os 4 Passos para o Sucesso.

Uma vez que você aderiu às Regras de Compromisso e reuniu as pessoas envolvidas, vamos aos...

4 Passos de Sucesso para a Resolução de Conflitos

Entenda o que você vê - É difícil argumentar a percepção de alguém pois ela é também a realidade da pessoa, mesmo que os fatos estejam errados. Então ... apresente a sua percepção.

"Sabe, eu posso estar fora da realidade. Mas entrei no escritório ontem, enquanto vocês dois conversavam e senti muita tensão. Foi como algo que não estava sendo resolvido e vocês estavam em um impasse. Ajudem-me a entender, é isso?"

Ouça - Em outras palavras, feche a sua boca! Eu gosto de falar. Costumo preencher o silêncio com a minha fala. Quando sinto que preciso explicar mais ou descrever mais ou justificar mais, bem, eu continuo falando. O truque para esta etapa é não falar. Deixe o silêncio preencher o espaço, um jogo se tiver que ser. Se você estiver longe da verdade, eles o(a) combaterão imediatamente e te farão saber. Se acertar no alvo, o silêncio será ensurdecedor. Você estará criando uma oportunidade para que eles trabalhem com isso naquele momento. (Bingo!)

Defina o que você quer ver - esta parte é importante. Você é o líder. Você tem que definir a sua expectativa. O conflito que você vê não é aquilo que você quer ver. Então, diga-lhes o que você quer que aconteça e não o que está acontecendo. Deixe-os saber que agora é o momento para falar sobre como alcançar esse objetivo. Essa é a oportunidade de chegar a um acordo. Quando você sair desta reunião, o problema deverá estar solucionado.

“O negócio é o seguinte: Preciso de vocês trabalhando juntos para fazer a coisa funcionar. Provavelmente nós poderíamos descobrir como colocar um sorriso no rosto e fazer o nosso melhor. Mas, a verdade é que eu realmente quero vê-los colaborando e comemorando as ideias uns dos outros e trabalhando essas ideias para concluir o projeto. O que precisamos fazer para conseguir isso?"

Volte ao assunto e traga a responsabilidade - É aí que está o dinheiro. Como líderes, podemos resolver um problema que vemos, porém, se nunca voltarmos para inspecioná-lo, perdemos a oportunidade de enfatizar novamente a sua importância. Voltar ao é o ato de intencionalmente revisitar o assunto para garantir que as coisas estão realmente melhores. Para garantir que o progresso seja feito e que o conflito esteja realmente resolvido, você não pode mais sentir a tensão, mas o teste verdadeiro está nas pessoas envolvidas e na percepção delas sobre como as coisas melhoraram. Certifique-se de voltar ao assunto depois de certo tempo e perguntar: “As coisas melhoraram? Como?"

Esse é o meu método de quatro etapas para liderar a solução do conflito.


Fonte: Charismamag.com
Foto: Charisma



Não cobiçarás

Por: Eliseu Antonio Gomes

"Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás" - Romanos 7.7.

Como os Mártires na Líbia estão Testemunhando no Egito

Como os Mártires na Líbia estão Testemunhando no Egito

Por Jayson Casper
Cairo - Egito
Tradução e Versão: Carla Ribas


Sem medo da matança de 21 cristãos na Líbia, o diretor da Sociedade Bíblica do Egito enxergou uma oportunidade de ouro para o Evangelho.

Depressão, a doença do século

Depressão, a doença do século

Por: Dr Rodrigo Assumção


Tive o privilégio de nascer num berço cristão e ao longo dos anos tenho acompanhado preocupado, o número cada vez maior de casos de depressão acometendo a população e por extensão muitos cristãos. 


No nosso meio, infelizmente, boa parte destes casos são tratados como uma simples tristeza ocasionada por um período de provação, um problema momentâneo ou um caso exclusivamente espiritual. 

10 Resoluções Simples que Vão Revolucionar a Sua Vida


10 Resoluções Simples que Vão Revolucionar a Sua Vida

Por: Carla Ribas

Sempre que o ano está chegando ao fim, estabelecemos metas para que o próximo seja melhor, com menos problemas, mais saúde, mais dinheiro no bolso, mais amor, mais compreensão, mais tudo de bom e menos tudo de ruim. Algumas decisões até que dão certo, porém, outras não.

[POINT RHEMA]®: Um tipo do futuro Anticristo - EBD/ CPAD - Lição 1...

[POINT RHEMA]®: Um tipo do futuro Anticristo - EBD/ CPAD - Lição 1...: Por: Pr. Juber Donizete Antíoco IV Epífânio  (do gr:  Άντίοχος Έπιφανής , "que se manifesta com esplendor") (ca. 215 - ...
www.vivabonsmomentos.com

5 Coisas que Todo Cristão Deveria Fazer Sobre o filme Êxodo

5 Coisas que Todo Cristão Deveria Fazer Sobre o filme Êxodo

Por: Ben Kayser
Tradução e versão: Carla Ribas

Êxodo: Deuses e Reis está causando muita controvérsia nesta época natalícia. Alguns cristãos estão apoiando o filme, enquanto outros estão chamando a atenção para a falha na percepção do Dilúvio e de outros eventos bíblicos. 


O Homem Vestido de Linho

Lição 11 - 14/12/2014

Por: Pr. Genivaldo Tavares de Melo 

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 14/12/2014
PONTOS A ESTUDAR:
I – UMA VISÃO CELESTIAL.
II – A VISÃO DO HOMEM VESTIDO DE LINHO.
III – DANIEL É CONFORTADO POR UM ANJO.

PROPOSTAS DA INTRODUÇÃO: Não podemos abandonar nossos projetos na primeira investida do inimigo ou alguma adversidade. A fé remove montanhas.

I – UMA VISÃO CELESTIAL.

Você é um Cristão Cultural ou Bíblico?

Você é um Cristão Cultural ou Bíblico?

Por: Patrick Morley
Tradução e Versão: Carla Ribas

O cristianismo está florescendo. Há mais cristãos hoje na América do que nunca, tanto em porcentagem quanto em números. Cerca de um a cada três norte-americanos afirma ter pedido a Jesus o perdão dos seus pecados e o dom da vida eterna.