O Homem Vestido de Linho

Lição 11 - 14/12/2014

Por: Pr. Genivaldo Tavares de Melo 

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 14/12/2014
PONTOS A ESTUDAR:
I – UMA VISÃO CELESTIAL.
II – A VISÃO DO HOMEM VESTIDO DE LINHO.
III – DANIEL É CONFORTADO POR UM ANJO.

PROPOSTAS DA INTRODUÇÃO: Não podemos abandonar nossos projetos na primeira investida do inimigo ou alguma adversidade. A fé remove montanhas.

I – UMA VISÃO CELESTIAL.

1.1- “Foi revelada uma palavra a Daniel”.

“Deus é Senhor e tem o conhecimento total e completo do futuro”. (do autor)

Há algumas doutrinas bíblicas que só podem ser entendidas a partir do entendimento completo de tudo sob a ótica de Deus. Vale qualquer afirmação e dou como exemplo:

Eleição e predestinação: Deus conhece e tem em suas mãos os salvos e isto não significa que Deus tenha filhos prediletos e salva, somente aqueles que ele quer; a vontade de Deus é que TODOS se salvem e venham ao conhecimento da verdade. ITm.2:4.

Assim, Deus compartilhou com Daniel o que estava reservado para o final dos tempos.

1.2 – Daniel um homem de oração.

O que devemos considerar é que todo homem da Bíblia e que serviram de exemplo para nós, à vida de oração deles, não estava presa a interesses pessoais ou suas carências; a vida de jejum e oração estava sempre ligada a nação e a vida espiritual do povo, Nada de buscar revelações pelas revelações ou para ser alvo e centro das atenções.

1.3 – A tristeza de Daniel.

O autor opina sobre o possível motivo da tristeza de Daniel e claro está que essa tristeza tinha a ver com o retorno e a reconstrução de Jerusalém ou do próprio estado judeu.

Temos visto pelas redes sociais, crentes chorando até pela perda de animais de estimação e em parte, entendemos isto, todavia, poucos choram se algo não vai bem com suas igrejas.

II – A VISÃO DO HOMEM VESTIDO DE LINHO.

2.1 – Um “homem vestido de linho”.

Em alguns momentos na vida dos homens de Deus como Abraão, Daniel, Ezequiel e outros, tiveram a felicidade de receber a visita de anjos e de um anjo muito especial, diferente dos demais cujo entendimento procura-se pelo estudo das Teofanias Bíblicas.

Em momentos lancinantes, Deus pessoalmente visitou os seus profetas em forma angelical e humana. Momentos simplesmente fantásticos que revelaram a grandeza e o amor de Deus pelo ser humano e pela regência dos seus planos.

Com Abraão em vários momentos – Gn 16:11, 22:11,15.
Com Gideão Jz.6:11.

2.2 - “Eis que uma mão me tocou”.

Eis um ponto com o qual, muitos resolvem polemizar sem motivos que justifiquem.

É indispensável atentar para o comentário do autor sobre este assunto.

O entendimento bíblico que se tenha sobre o assunto não abre espaço para afirmar que cada nação tem um anjo protetor.

Apesar de a própria Bíblia declarar que o anjo do Senhor acampa-se ao redor daqueles que o temem, (Salmos 34:7) também não permite que se estabeleça doutrina para afirmar que cada pessoa tem um anjo cuidando da sua vida e isto pode acontecer, dentro da vontade do Senhor e somente por sua vontade.

2.3 – “O príncipe do reino da Pérsia”.

O príncipe do reino da Pérsia (Dn 10:13) fez oposição a Daniel resistindo-o pelas orações que subiam por intercessão do profeta e Miguel, o grande príncipe do Senhor veio para socorrer Daniel.

O Diabo tem o seu exército que age sobre o sistema mundano.

III – DANIEL É CONFORTADO POR UM ANJO.

3.1 – Daniel é confortado por um anjo.

Na antiga aliança e nesta dispensação, Deus socorre os seus e disto, não duvidamos. Deus age como quer e nós não cobramos suas razões, todavia, não podemos transformar as interferências de Deus em regras para estabelecer doutrina.

Deus age por exceção e nós, por regras; regras estabelecidas em sua palavra; a Bíblia Sagrada.

3.2 – O conflito entre o Arcanjo Miguel e o príncipe do reino da Pérsia.

Dn. 10:13 serve-nos como advertência para que nossas orações sejam acompanhadas de uma vida de integridade caso contrário, elas poderão cair no vácuo. Não duvidemos disso!

3.3 – A hostilidade espiritual contra o povo de Deus.

Israel sempre foi muito perseguido e tem sido nestes últimos tempos, todavia, a mão do Senhor e o seu exército.

Da segunda guerra mundial até o nosso tempo, Israel tem sido perseguido e os inimigos tentam tira-los da Terra Prometida, de Sião. O príncipe do reino da Pérsia ainda não se deu por vencido; ferido pelo Cordeiro de Deus com a morte no calvário, ele tentará a sua última investida contra o povo de Deus.
Vale lembrar neste momento, da guerra dos seis dias em 1967; seis dias foi o tempo para que Israel rechaçasse os inimigos e essa vitória foi comparada com a ação de Davi contra Golias e a guerra do Yon Kippur ( dia do perdão) em 1973. A luta não acabou, mas, o Deus, o nosso Deus é chamado também de o Deus de Israel.

Fonte: prgenivaldo.blogspot.com.br
www.vivabonsmomentos.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos