Os 3 passos de Satanás para calar a sua voz

Os 3 passos de Satanás para calar a sua voz

Por: Kyle Winkler
Tradução e versão: Carla Ribas

Vivemos em tempos angustiantes. O apóstolo Paulo profetizou que nos últimos dias, as pessoas seriam "amantes de si mesmas, amantes do dinheiro... profanas... aborrecedores de Deus... mais amigas dos deleites do que amigas de Deus."




Ele continua mostrando que muitas serão caracterizadas por ter a aparência piedosa, mas negando o seu poder (2 Timóteo 3: 1-5)

São sinais dos tempos facilmente reconhecíveis. Vivemos em uma cultura mais cheia de lixo e perversão do que nunca. Crescem de forma desenfreada os relatórios de líderes ministeriais caindo por algum tipo de vício, como também muito e familiares. Possivelmente, mais do que qualquer outro momento da história recente, somos confrontados com a depravação da humanidade. Se não tomarmos cuidado, ela nos tornará céticos, ou pior ainda, essa cultura pode nos dessensibilizar  para as armadilhas do pecado, tornando-nos suscetíveis a elas.

Precisamos saber o que está por trás dessa guerra cultural. 

Por que o diabo está atrás de nós

Você e eu vivemos em um momento sem precedentes na história. Os avanços tecnológicos permitem-nos a oportunidade de levar as nossas vozes até os confins da terra. Em segundos, um tweet de 140 caracteres escrito onde você estiver pode injetar uma dose de verdade e encorajamento para alguém na Índia. Um vídeo do YouTube pode tornar-se viral em questão de horas. Certamente, já são necessárias grandes somas de dinheiro ou grande habilidade para alcançar o mundo todo.

Os efeitos de toda essa conexidade sobre a geração de hoje são fascinantes. Ela tornou o nosso mundo menor e as nossas vozes maiores, reformulou os nossos pensamentos, comportamentos e, principalmente, as expectativas que temos para nossas vidas. Na verdade, ela mudou os nossos medos. Ao invés de temer coisas tais como finanças ou falar em público, a pesquisa indica que o maior medo das pessoas que vivem hoje, é viver uma vida que não faca a diferença.

Vivemos em um momento monumental na história. Não só temos as habilidades através da tecnologia e da mídia para alcançar o mundo, como muitos também tem a fome. Acredito que estamos na iminência de uma tempestade perfeita que poderia realizar a Grande Comissão e inaugurar o retorno magnífico de Cristo. E o diabo está apavorado.

Guerras Culturais

A Escritura revela que é uma estratégia bastante comum do diabo lançar guerras culturais em tempos de vitória espiritual iminente. No nascimento de Moisés, Satanás incitou Faraó a jogar todos os meninos recém-nascidos rio Nilo (veja Êx. 1:22). Ele fez o mesmo quando do nascimento de Jesus, influenciando o rei Herodes a matar todas as crianças com dois anos ou menos (ver Mateus 2.16).

Hoje, Satanás percebe que Deus está para fazer algo em grande escala, o que nos coloca especialmente ao alcance da mira do diabo. Como nos dias de Moisés e Jesus, o diabo mais uma vez lançou um ataque vigoroso sobre a cultura.

A Armadilha de Três Passos de Satanás

Você está em uma batalha pelo seu destino. E como em qualquer batalha, quanto mais você entender o seu rival, melhores suas chances de vitória.

O Senhor me mostrou em detalhes três segredos da estratégia de guerra de Satanás quanto à cultura. Ele revelou que muito antes de você e eu nascemos, Satanás planejou uma série de eventos progressivos destinados a destruir a nossa geração antes mesmo que tivéssemos uma chance. "É uma armadilha", disse Deus. E Ele me instruiu, da mesma forma que Paulo instruiu, a expor este projeto", para que não sejamos vencidos por Satanás" (2 Coríntios. 2:11).

Fase 1: Sobrecarregar a Cultura com o Pecado

Como vimos, Paulo profetiza que os últimos dias seriam difíceis. Ele concluiu suas palavras com uma séria advertência: "Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências" (2 Tm 3:. 6).

Oprimido pelo pecado. Ser oprimido significa ser tão bombardeado por algo até que isto o derrote. E é exatamente assim que Satanás usa o pecado hoje para nos destruir. A partir do momento em que nascemos, Satanás nos prepara para o fracasso. Ele faz isso ao inundar o nosso mundo com tanta sujeira e perversão que é praticamente inevitável escapar.

Pense quão penetrante é isso. Quase todas as revistas estampam notícias indecentes. As músicas tocadas em locais públicos glorificam a morte, a raiva e o sexo. A indústria da pornografia multibilionária persegue cada um de nós em nossos telefones móveis a cada dia. Poderíamos continuar citando exemplos. Com toda essa de energia para bombardear as nossas vidas com lixo, Satanás torna quase inevitável a nossa queda... repetidas vezes.

Fase 2: A Dança dos Desejos

A cultura esmagadora do pecado que Satanás criou contra nós é projetada para manter nossas mentes neste lugar em todos os momentos. Isto é crucial para a sua estratégia, porque ele sabe que o homem segue a sua mente. Em pouco tempo somos consumidos pelos prazeres da carne até não conseguirmos fugir do que sabemos estar errado.

Isto é o que Paulo queria dizer com "levadas de várias concupiscências.” O plano de Satanás é nos tornamos dependentes do pecado a ponto de sermos levados como animais na coleira, de uma lamentável experiência para outra.

Fase 3: Provocação com Acusações

Por definição uma armação é "um esquema ou um truque destinado a incriminar alguém." E esse é o resultado final da armação de Satanás. Ele nos oprime com o pecado, leva-nos a partir de uma experiência de arrependimento para outra, e depois lança o sentimento de culpa e vergonha. "Olha o que você fez! E você acha que você é um cristão!” acusa.

As acusações de Satanás pretendem silenciar a sua voz. Ele vai dizer que você errou muito, distanciando-se tanto do amor de Deus que passou a ser inútil para Ele. É um plano extremamente potente, porque Satanás sabe que o maior obstáculo para ser usado por Deus é crer que Deus não pode usá-lo. O que poderia ser mais destrutivo para uma pessoas cujo maior medo é uma vida que não faz diferença?

Fique alerta!

Devemos entender que o plano de Satanás não é o único que nos persegue. Ao lermos as histórias de Moisés e Jesus, embora o diabo tenha feito sua melhor tentativa, ele não conseguiu silenciar estas vozes de libertação. O plano de Deus prevaleceu!

Você não tem que cair na armadilha de Satanás. Agora que você conhece as estratégias dele, siga as instruções de Paulo “vigiai (fique alerta, conheca); porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar (1 Ped. 5: 8).

Fonte: charismamag.com
Foto: Flickr/Brennen Scmidt



Um comentário :

  1. Sábias palavras. Realmente me preocupar muito o que vem acontecendo diariamente no mundo. O diabo pode achar que está na frente de muita coisa, mas é assim que a Palavra do Senhor vai se cumprindo a cada dia, como o mesmo Deus nos revelou. O que nos resta é alertar uns aos outros, como você fez Carla neste post... "Aquele que é a Palavra estava no mundo, e o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o reconheceu." (João 1:10)

    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos