7 Passos para a oração eficaz

 Os 7 passos para a oração eficaz

Por Carla Ribas

Se você separou um tempo para ler esse post em busca de dicas para ficar rico, convido-o a ler até o final, para compreender que a oração vai muito além de bens materiais. Trata-se do relacionamento íntimo com o nosso Criador.



Orar é conversar com Deus, é abrir o seu coração para Ele sem reservas. É reconhecê-Lo como O único que tem poder de nos capacitar para atravessarmos essa vida com dignidade, com orgulho por termos sido feitos Seus filhos através de Jesus Cristo, mas com humildade suficiente para termos consciência de que a fé sem obras é morta e que, para que tudo nos vá bem, precisamos cumprir todos os requisitos Dele para a nossa vida.

Note o ciclo da vida: nascemos, vivemos e morremos. Não é nosso o controle sobre o nascimento e nem sobre a nossa morte. Quanto à vida, é diferente: As nossas decisões afetam diretamente o nosso presente e o nosso futuro. 

Falar sobre o poder da oração é mais simples do que você imagina. Não se tratam de palavras elaboradas por outras pessoas e repetidas diversas vezes. Trata-se do seu melhor relacionamento com O seu melhor amigo. As sugestões abaixo são fruto de uma análise prática da vida quotidiana de pessoas comuns, porém, bem sucedidas.

Eis os sete passos para que a sua oração seja eficaz. 

1. Reconhecer a soberania de Deus
A salvação é de graça, mas na vida há um preço a ser pago, quer você aceite a Jesus ou não. Éramos devedores para Deus até nos encontrarmos com Jesus, que pagou o preço máximo pela nossa salvação - o Seu sangue derramado na cruz do Calvário. Assim sendo, pense bem ao tomar suas decisões ou reclamar que a vida está difícil. Jesus passou por situações muito mais difíceis e venceu todas elas. Jesus prometeu que Ele venceu o mundo e nós também venceremos. Melhor passarmos essa vida servindo a Ele do que sem Ele, pois com Ele temos a Sua promessa de que somos mais do que vencedores. 

2. Fé
Sem fé é impossível agradar a Deus. Ao ressuscitar, Jesus nos deixa a clara lição de que nada está morto até que Ele assim o declare. Mesmo o que para nós parece impossível, para Ele é fácil. Então, por que as coisas não acontecem segundo os nossos desejos? Muitas pessoas frustram-se por não terem suas orações respondidas. Lemos em Tiago 4:3,4 Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Portanto pense bem no que vai pedir a Deus e peça com sabedoria.

3. Comunhão com Deus
Jesus é aquele Amigo com quem você pode contar a qualquer hora, em qualquer lugar. Pense em seu relacionamento com Deus dessa forma: quanto mais convivência mais intimidade. Quanto mais intimidade, menos vergonha. Quanto menos vergonha mais conforto. Quanto mais conforto, mais sinceridade. Quanto mais sinceridade mais comunhão. Quanto mais comunhão, mais valorização. Quanto mais valorização melhor o foco. Quanto melhor o foco, mais chances de acerto.

4. Comunhão uns com os outros
Quem não sabe se relacionar diminui as chances do próprio sucesso. A pessoa que não tem domínio próprio cria para si situações embaraçosas e difíceis. O crente precisa permitir que o Espírito  Santo o controle, caso contrário, passará a vida escorregando nos pequenos detalhes, essenciais para os grandes sucessos. Não seja inflexível nos relacionamentos. Trate as outras pessoas como você gostaria de ser tratado. Seja lento para julgar e rápido para perdoar.

5. Propósito 
Fazer uma lista das prioridades é essencial, ajuda a ajustar o foco. Pense na sua vida, seja realista ao preencher a lista. Quais são as suas necessidades hoje? Aproveite para cortar os exageros, enxugar as despesas e fechar as brechas. Faça a sua parte, reúna-se com o seu cônjuge, se preciso for reúna a família, estabeleça limites, planos e objetivos - orem juntos e peçam a orientação e a bênção de Deus sobre a sua casa e a sua família. 
Trabalhe muito, estude muito, seja exemplo, qualquer que seja a sua profissão. Não seja preguiçoso, nada cai do céu. A Biblia manda o preguiçoso aprender com a formiga. 
Outra coisa, faça um favor a si mesmo: seja generoso com a obra de Deus para que Ele seja generoso com você. 

6. Ajuste o Foco
É preciso ter em mente o propósito da oração. A teologia da prosperidade tem gerado uma frustração generalizada, banalizando o Evangelho de Cristo. 
Uma escada começa no primeiro degrau. Ter sonhos não é pecado. Pecado é negligenciar as pequenas coisas que formam a base para uma vida sólida e segura com potencial para glorificar a Deus. Suba a sua escada para o sucesso um degrau de cada vez, sem pressa, debaixo da bênção de Deus.

7. A oração do Pai Nosso
O próprio Jesus nos deixou o modelo de oração que agrada a Deus em Mateus 6.7.  Aprender e exercitar a cadência do Pai-nosso é muito útil:

Reconhecer a soberania de Deus, glorificar a exaltar o Seu nome, entender que a vontade de Deus está acima da nossa, evita muitas frustrações e explica certas mudanças de planos  inesperadas, quando entregamos o nosso caminho ao Senhor. 

O pão nosso de cada dia, são as necessidades para o nosso sustento (leia o item 5). 

Pedir perdão pelos nossos pecados usando como exemplo a nossa atitude para com os nossos devedores requer muita coragem (leia novamente o item 4). 

Não permitir que caiamos em tentação - quem não enfrenta tentações diariamente? O pecado não é ser tentado, mas ceder à tentação. 

Pedir livramento hoje em dia é mais real do que nunca, que mundo é esse em que vivemos? Quanta violência! Mas livramento também fala de todo tipo de males - pense em um .... esse também está incluído. 

Não se esqueça de adora-Lo porque Dele é o Reino, o poder e a glória para sempre. Assim sendo Ele merece todo o louvor.

Vida no altar, fé, problemas detectados, foco ajustado, objetivos (realistas) traçados. A forma objetiva e consciente de conversar com Deus agrega os ingredientes básicos para a maximização das bênçãos que você receberá. 




2 comentários :

  1. PARABÉNS PELO EXCELENTE TEXTO. ASSINO EM BAIXO TUDO O QUE DISSE. DEUS CONTINUE ABENÇOANDO PARA CONTINUAR SENDO BÊNÇÃO.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo25/3/15

    Nossa excelente texto! Que bom seria se todos pensassem assim com coerência. Fique na paz

    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos