Não permita que pessoas super espirituais prejudiquem a sua igreja

Não permita que pessoas super espirituais prejudiquem a sua igreja

Por  J. Lee Grady
Tradução e Versão: Carla Ribas

Há alguns anos, um proeminente evangelista americano, ganhou vários seguidores, quando disse que um anjo o visitava regularmente durante suas reuniões de avivamento na televisão. 



O anjo fora supostamente enviado para desencadear o próximo grande avivamento de cura nos Estados Unidos. Um grande problema: O avivamento não aconteceu.

No entanto, mês após mês, os contos das extravagantes aventuras espirituais deste evangelista aumentaram ainda mais. Em determinado momento, ele escreveu que visitou o céu e encontrou o apóstolo Paulo e, em seguida, disse que Paulo admitiu ser o autor do livro de Hebreus. Um mistério teológico de 2.000 anos foi resolvido!

Relembrando esses eventos, é difícil crer que tantas pessoas tenham dado crédito a essas alegações. Qualquer pessoa com o nível mais básico de discernimento sabe que Deus não nos permite falar com os mortos para obter informações espirituais. Então, por que somos tão ingênuos? Eu chamo isso de fator "oooh, ahhh".

Em nossos círculos, há algumas pessoas super-espirituais que sabem como impressionar os outros com as suas revelações e experiências. Elas sabem como levar-nos a dizer: "Oooh, ahhh". Em alguns casos, essas pessoas são sinceras, mas podem ter problemas emocionais ou mesmo doença mental. Em outros casos, são simplesmente cheias de orgulho espiritual e acabam sendo usadas pelo diabo para trazer confusão e divisão à igreja.

Tenho deixado claro que eu sou assumidamente um cristão pentecostal e acredito que todos os dons do Espírito Santo são válidos hoje. Mas acredito que Deus esteja nos alertando para pararmos com os exageros que trazem descrédito ao poder de Deus. Nada é mais perigoso para um verdadeiro avivamento do que um "pentecostal" super-espiritual que ostenta seus dons enquanto exibe falta de caráter.

Aqui estão sete indicadores de uma pessoa super-espiritual. Se isso descreve você ou alguém que você conhece, por favor, procure aconselhamento espiritual imediatamente.

1. Seus pés raramente tocam a terra. Pessoas super-espirituais vivem na camada de ozônio. Elas não estão em contato com a vida normal. Podem passar muito tempo em oração (ou dizendo que passam), podem até jejuar ou impor uma disciplina severa a si mesmas, mas suas relações são disfuncionais. Lembre-se: Jesus não viveu a sua vida como um guru, flutuando enquanto compartilhava sua sabedoria etérea. Ele viveu no mundo real e interagiu de forma saudável com as pessoas. É isso que nós devemos fazer também.

2. Elas dão muita ênfase aos sonhos, visões e manifestações espirituais. Deus nos fala por meio do Seu Espírito, e Ele pode usar sonhos, visões ou palavras proféticas. No entanto, Sua mensagem sempre flui com amor e traz a paz. Em contrapartida, um espírito de estranheza normalmente segue as pessoas super-espirituais que afirmam receber revelações constantes. Paulo advertiu os Colossenses sobre pessoas como estas, quando disse: "Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão" (Cl 2:18).

3. Elas tem dificuldade em submeter-se à autoridade. Pessoas super-espirituais são geralmente cheias de orgulho e acreditam ser melhores do que os pastores ou outros líderes espirituais. Por isso, elas acham impossível receber instruções ou correções de alguém. Elas se tornam renegadas, e separam-se do corpo de Cristo, o que só as coloca em posição espiritual vulnerável.

4. Elas anseiam por atenção. Uma pessoa super-espiritual muitas vezes é carente de afirmação e amor. Seu déficit emocional a impulsiona a buscar a atenção das pessoas, e elas o fazem ao impressionar os outros. Algumas pessoas que procuram servir nas igrejas como intercessores ou conselheiros, ou até mesmo como membros da equipe de louvor, podem realmente precisar de cura interior antes de poderem desempenhar esses papéis. Se você der um microfone a essas pessoas antes que sejam curadas, irá se arrepender!

5. Elas desenvolvem uma mentalidade de vítima. A maioria das pessoas super-espirituais que conheço, acreditam estar sob constante ataque do diabo, como se fossem a maior ameaça dele. Ao menor problema na vida, desde uma multa de trânsito até uma unha encravada torna evidente uma conspiração demoníaca contra eles. Precisamos ajudar as pessoas a perceber que elas não são o centro do universo, e que Satanás realmente tem um monte coisas mais importantes para fazer do que impedir o irmão João ou a irmã Maria a de cantar uma música na igreja no domingo.

6. Elas tornam-se ásperas e sentenciosas. Aquelas que não encontram um público receptivo para suas visões e profecias, às vezes, tornam-se amargas e ressentidas e acabam condenando todos  ao inferno por rejeitá-las. Tenho conhecimento de situações em que cristãos irritados acabaram dividindo igrejas porque se convenceram de que o pastor era mau ou toda a congregação estava em pecado. As pessoas amarguradas tornam-se instrumentos do diabo. Lide com elas antes que  machuquem os outros!

7. Elas muitas vezes acabam decepcionadas. Pessoas super-espirituais que rejeitam a correção ou a cobertura espiritual estão caminhando em direção ao desastre. Joseph Smith, o fundador do Mormonismo, deu início a essa seita após ter declarado que todas as denominações cristãs eram falsas igrejas. Ele desligou-se do corpo de Cristo e começou a maior heresia do século 19. Pessoas que focam em sua superioridade espiritual acabam negando a Jesus e justificando o seu próprio comportamento pecaminoso.

A igreja deve ser um lugar saudável. Não deixe que as pessoas super-espirituais conduzam a sua congregação para o caminho errado.


Fonte: charismamag.com
Foto: iStok




2 comentários :

  1. Sempre gosto do que vc escreve..e como escreve...Acho que todo mundo já conheceu ou conhece um super espiritual...Precisamos não levá-lo a sério...Até porque ele é perigoso porque nos afasta de Cristo,não?...
    Obrigada por falar sobre esse tema,Carla!

    ResponderExcluir
  2. A Paz do Senhor irmã Carla, Este caso é um dos que estão emocionando alguns crentes que após assistir começam a ficar contra a própria igreja e achando que todos estão em pecado, pois na visão o "anjo" relata detalhadamente quais os usos e costumes que não entrarão no céu. Deus tenha misericórdia. Parabéns pelo Blog.

    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos