Fé que se mostra pelas obras


Lição 1 -  6/7/14 

Por Eliseu Antonio Gomes

Autor e data

A Carta de Tiago foi escrita por Tiago, o meio-irmão mais velho de Jesus Cristo (Mateus 1.18, 20; 13.55). Estudiosos afirmam que foi escrita pouco antes do martírio dele em 62 d.C. Há também outra vertente que aponta a data mais próxima da época do Concílio de Jerusalém, aproximadamente entre os anos 45 a 49 d.C.




Tiago testemunhou a aparição de Jesus, depois da ressurreição (1 Corintios 15.7), estava entre os discípulos congregados depois da Ascensão, à espera  da vinda do Espírito (Atos 1.14). Após isso, tornou-se um líder dos crentes de Jerusalém (Atos 12.17; Gálatas 1.18.19).

Destinatários

Tiago inicia a missiva usanso apenas a expressão "saudações" (chairein). saudação típica dos gregos (Atos 23.26). Ele usa a mesma saudação na carta que continha a decisão do Concílio de Jerusalém (Atos 15.23).

Sua expressão "as doze tribos que andam dispersas", é uma alusão simbólica aos judeus, de modo geral (Tiago 1.1, 2, 18; Mateus 19.18; Atos 26.7; Apocalipse 21.12). A palavra "dispersas" indica aqueles judeus que estavam vivendo fora da Palestina, e como sua carta foi escrita em grego, é lógico supor que os destinatários eram judeus que residiam distantes - distância por causa da forte perseguição aos cristãos que viviam em Jerusalém motivada por negarem-se a declarar Cesar como um deus - e as igrejas estabelecidas em diversas regiões, e todo o povo de Deus espalhado pelo mundo, crentes judeus e gentios (Mateus 28.19; Atos 8.1).

Objetivo

O proposito da Epístola de Tiago é orientar, consolar e fortalecer a Igreja de Cristo. Várias vezes Tiago usa a palavra perfeito, que significa maduro, completo (Tiago 1.4, 17, 25; 3.2).

a. Fé e obras
A espiritualidade superficial, a ausência de integridade, a carência de perseverança e a insuficiência da compaixão para com o próximo são características negativas que interpõe o modo de viver de muitos crentes. Então, fé e obras são os dois assuntos são abordados por Tiago como os principais, a epístola oferece um tratamento organizado e simples sobre os aspectos éticos da vida cristã, apresenta importantes deliberações práticas para uma vida bem-sucedida e de acordo com a vontade de Deus.
No estudo das páginas da Epístola de Tiago somos levados a compreender que o Evangelho não aceita uma vida cristã cheia de discursos e separada da ação. A nossa fé precisa ser comprovada pelas boas obras, tem que produzir frutos verdadeiros de amor, do contrário ela se apresenta fingida.
b. Advertência aos crentes sobre alguns maus hábitos
Os crentes haviam adquirido costumes que corroíam a essência do cristianismo, como língua descontrolada, calúnias, favoritismo, vanglória acerca dos planos, orgulho, mau uso das riquezas e falta de paciência.
c. Ensino sobre provações na vida do cristão
O crente não deve rejeitar as provações, pois são proveitosas, antes, deve pedir sabedoria para lidar com elas, pois através delas é que cresce espiritualmente.

Conclusão

Por que devemos estudar a Carta de Tiago? Porque é um manual prático do cristão, faz parte do cânon do Novo Testamento, é a revelação escrita, inspirada por Deus para nosso ensino visando o amadurecimento espiritual. Porque é um tratado de encorajamento e ensino para que conquistemos fé vitoriosa.

Cinco características de um cristão maduro: é paciente em meio às provações (Tiago 1); pratica a verdade (Tiago 2); controla a língua (Tiago 3); é pacificador (Tiago 4); e ora em meio aos problemas (Tiago 5).

Não espere encontrar neste estudo chavões compassivos e sim uma série de instruções contundentes e diretas, ensinos específicos para ajudar o leitor a ter uma vida cristã autêntica.


Compilações:
Bíblia de Estudo Palavras Chaves, página 1290, edição 2011, Rio de Janeiro (CPAD).
Bíblia de Estudo Vida. edição de 1998, página 1889; São Paulo  (Editora Vida).
Lições Bíblicas - Professor, Eliezer de Lira e Silva; 3º trimestre de 2014, páginas 3-7, Rio de Janeiro (CPAD).
Revista Exposição Bíblica - Liberdade, Fé e Prática - Gálatas e Tiago; Arival Dias Casimiro; páginas 29-33; 3ª edição em julho de 2013; Santa Bárbara d'0este/SP (Z 3 Editora Ltda).


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos