Os prós e os contras da Escola Dominical


Por Carla Ribas

Todos os domingos as igrejas evangélicas se reúnem de forma diferente dos cultos, formando uma grande escola para aprender de forma didática a Palavra de Deus.

Vamos analisar os prós e os contras da frequência à Escola Dominical.

Você pode tirar sua próprias conclusões e decidir o que fará aos domingos.




Prós:

Para os adultos:

Material de estudo cuidadosamente pensado, preparado, analisado, teologicamente apurado  e aprovado por especialistas e teólogos.
Professores preparados e dedicados
Local onde os talentos e vocações são despertados para a igreja

Um programa para toda a família
Não existe restrição de idade
Os laços fraternais são fortalecidos
Ninguém é envergonhado

Sem pré-requisitos
Não tem prova, não repete de ano e as pessoas não são comparadas
Classes específicas
Métodos de ensino específicos para cada faixa etária

Ninguém fica constrangido
As dúvidas podem ser esclarecidas
Interação com o professor
Sem discriminação

Local limpo e ambiente familiar
Não é cobrada mensalidade
Unidade no estudo do mesmo assunto em todo o território brasileiro

Para as crianças: 

Fortalecimento espiritual para as crianças que as acompanhará por toda a vida, ajudando-as a atravessar todas as fases da vida.
As crianças menores ganham lanchinho das tias
Atividades e dinâmicas específicas para o desenvolvimento espiritual e intelectual
Linguagem simples e contextualizada de fácil entendimento
Local para tirar dúvidas em tempo real
Momento em que se aprende de forma simplificada a aplicar a Palavra de Deus no quotidiano

Contras:

Sair mais inteligente
Mais informado
Mais feliz
Mais capaz
Deter informações e aplicações Bíblicas eficazes
Aprender a manejar bem a Palavra de Deus
Aumento do discernimento
Saber aplicar o que aprendeu no dia a dia durante a semana e para toda a vida


Recomendo a revista de Escola Dominical da CPAD pois, além de ser esposa do Diretor Executivo da editora, conheço de perto a sua honestidade, integridade, dedicação com a obra de Deus, sua forma íntegra de agir com cada equipe sob seu comando, a forma sábia e o respeito como lida com os pastores de todo o Brasil e os diversos Conselhos da Casa Publicadora - mais importante: o temor a Deus e o cuidado com a Sua obra que tem demonstrado nesses 21 anos à frente da CPAD. 

www.vivabonsmomentos.com




6 comentários :

  1. Carla,

    Concordo com cada palavra do seu texto. Na Assembleia de Deus, Escola Dominical e CPAD são duas coisas que estão casadas. E creio que esse casamento foi feito por Deus. Homens de Deus do passado, como Antonio Gilberto, viajaram o Brasil de Norte a Sul, ministrando o CAPED para despertar o povo para o ensino dominical. Depois, outros homens de Deus mais novos, como Ronaldo Rodrigues de Souza, deram continuidade ao trabalho, construindo sobre o fundamento que havia sido posto. Que Deus continue abençoando a nossa Escola e a nossa Casa. Parabéns, Carla, pelo texto.

    Ciro Sanches Zibordi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ciro,
      Este comentário é muito pertinente. Uma das publicações do Blog é a História da Escola Dominical contada pelo próprio Ronaldo, onde o nome do Pr. Antonio Gilberto é citado mais de uma vez. Se ler os comentários, você verá uma querida citando vários outros educadores.
      Uma característica do Ronaldo é não alardear o seu próprio trabalho e sempre que elogiado transfere toda honra e toda glória ao Senhor Jesus. Isso é perfeito e tem sido o segredo da sua humildade e dedicação por onde quer que passe, seja como professor de escola dominical, professor de teologia, administrador de empresas ou pregador da Palavra de Deus. Uma frase bíblica que sempre ouço o Ronaldo citar ao honrar alguém (o que faz com frequência) é: A quem honra, honra. Por isso, essa foi a vez do viva bons momentos seguir esse conselho.
      Ótimo comentário, como sempre.
      Abs.

      Excluir
  2. Amo a Escola Bíblica Dominical! Porém, uma coisa me entristece; é ouvir a liderença dizer que, a E.B.D. é o departamento mais importante da igreja(e concordo com isto), porque então os mesmos que dizem isto, investem tão pouco no departamento. Tem E.B.Ds. que os próprios professores tem que comprar o próprio giz, caneta, etc. isso quando há um quadro na classe. Investem em tantas coisas que para são tão desnecessárias, mas não investem nas classes de E.B.Ds. Alegam não ter dinheiro! Mas dar grandes ofertas a pregadores e cantores tem. Nada contra dar ofertas a esses, mas primeiro a prioridade o investimento nas classes. Deus lhe abençoe e meus parabéns pelo blog. Abraços!! Aaaahhh não estou bravo hein........

    ResponderExcluir
  3. Oi Gilmar,
    Entendi o seu posicionamento. você está sendo sensato.
    Em momento algum pareceu bravo, muito bom comentário.
    Volte sempre,
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Irmã tomei um susto quando li o texto, JÁ LI COM O CORAÇÃO ACELERADO. A EBE é uma luz no ensinamento das Sagradas escrituras, eu mesmo montei uma ação para divulgar a EBD e em contra-partida já aplicar uma pesquisa para ajudar a entender a percepção dos membros frequentes e não frequentes, assim temos um cenário dos falhar e as sugestões de melhoria. Vou aplicar de amanhã a 8. Vai dar tudo certo. A EBD DEVERIA SER O CULTO MAIS FREQUENTE DA IGREJA!

    ResponderExcluir
  5. Gilmar, você disse: "Tem E.B.Ds. que os próprios professores tem que comprar o próprio giz, caneta, etc. isso quando há um quadro na classe."

    Concordo que em muitas igrejas não há o devido investimento na EB mas não vejo problema que o próprio professor invista... voluntariado é assim mesmo. O que não pode é um "professor" dizer que não vai dar aula porque não tem lousa, giz, caneta, recursos audio-visuais, isso ou aquilo...

    No mais, o artigo é ótimo!!!

    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos