Como ajudar seu cônjuge a ter um caso

Como ajudar seu cônjuge a ter um caso




Por Mark Merrill
Tradução e Versão: Carla Ribas

Seja honesto consigo mesmo: você está fazendo o possível para ajudar o seu cônjuge a ter um caso?

Na maioria das vezes, os casos não acontecem por acaso. Ah, claro, às vezes sim, mas geralmente, ao longo dos anos há coisas que são ditas ou não, feitas ou não, que são fatores contribuintes. 

Embora eu não esteja, de forma alguma, justificando o cônjuge que tem um caso, muitas vezes o outro cônjuge ajudou a empurrá-lo nessa direção. Minha esposa, Susan, e eu  costumamos dizer : "No casamento, há duas pessoas e dois lados para cada história." 

O mesmo acontece quando ouvimos a história de um marido ou esposa que tem um caso. Ambos  podem citar coisas que levaram à infidelidade. Quando isso ocorre, a parte "culpada" é geralmente “atacada" publicamente por amigos e outras pessoas, enquanto o outro cônjuge é tido como vítima indefesa, enganada pelo seu cônjuge inútil. Mas as pessoas esquecem que as mãos do outro cônjuge podem não estar completamente limpas. 

Então, se você quiser realmente ajudar o seu cônjuge a ter um caso, faça o seguinte: 

1. Não escute. Aja como se você estivesse ouvindo, mas continue a olhar para seus e-mails ou para a televisão enquanto ele(a) estiver falando. E certifique-se de não sentir o que ela sente. Após ela ter aberto o seu coração, basta dizer-lhe: "Você não deveria se sentir assim" ou "Por que você está ligando tanto para isso? ... Não é tão importante." 

2. Pare de ter conversas íntimas. Quando seu cônjuge quiser falar com você sobre as suas esperanças e sonhos para o futuro, dê uma boa desculpa porque você não pode dar atenção no momento, como "Não posso falar agora, preciso ajudar as crianças com a lição de casa” ou       "Meu programa de TV favorito vai começar agora. podemos falar sobre isso mais tarde? "

3. Constantemente criticar, comparar e degradar. Pense em maneiras através das quais você pode ferir e derrubar o seu cônjuge com suas palavras, críticas ou comparações ... "Pedi para fazer uma coisa e para você não fez. Você não consegue fazer nada direito?" ou, "Eu queria que você fosse como o_________. Ele está sempre fazendo coisas boas para a sua esposa." 

4. Fazer esportes e atividades apenas com seus amigos. Certifique-se de agendar os exercícios ou partidas com seus amigos. Verifique com o seu vizinhos se eles querem fazer uma caminhada. Mas, de maneira nenhuma, faça essas coisas com seu cônjuge. 

5. Retenha afeto e sexo. Quer catapultar o seu cônjuge em um caso? Então certifique-se  de demonstrar afeição somente quando ele(a) atender aos seus pedidos. E, verifique se você está realmente bem descansado(a) e “com vontade" antes de fazer amor. Ah, e se o seu cônjuge não se comportar como você quer, negue o sexo pelo menos por um tempo. 

6. Passe mais tempo no Facebook, Twitter, e na Internet. Esta é uma maneira fácil de afastar o seu cônjuge . Quando você tiver alguns minutos depois que as crianças forem para a cama, pegue o seu laptop e passe uma hora ou mais postando, tuitando e surfando. Leve até mesmo o seu smartphone ou iPad para a cama. 

7. Invista todo o seu tempo e energia em seus filhos. Diga ao seu cônjuge: "Olha, as crianças vêm em primeiro lugar." Então, certifique-se de que o seu universo gire em torno deles. Se os filhos precisam que você limpe os seus uniformes ou faça o jantar, seu cônjuge vai ter que esperar. Simplesmente não há tempo para encontros durante esta fase da vida. Talvez um dia ... 

É claro que ninguém deseja que seu marido ou esposa tenha uma caso. Então faça o que puder para não cometer os erros acima descritos.

Você está fazendo alguma das coisas acima mencionadas? O que você vai fazer sobre isso? 

Mark Merrill é o presidente da Family First.
Fonte: www.charismamag.com

13 comentários :

  1. Carla,

    Como dizem os cariocas, "Show" de texto. Ele nos ajuda, ao mostrar o lado negativo, a valorizar o lado positivo. Interessante como esse tipo de abordagem irônica (pois, na verdade, o autor quer nos induzir a fazer o contrário do que está no texto, salvando ou melhorando o nosso relacionamento conjugal) mexe com a "nossa estrutura" (como diria Regis Danese, risos). Quanto ao Facebook e as redes sociais, especificamente, esse mal (mal?) da contemporaneidade, temos de tomar muito cuidado. Enfim, ótimo texto, mais uma vez, irmã Carla. Parabéns pelo Viva Bons Momentos, que verdadeiramente faz jus ao seu título.

    Ciro Sanches Zibordi

    ResponderExcluir
  2. Olá Ciro,
    Realmente são as pequenas coisas que causam os grande estragos. A forma bem humorada com que o autor aborda o tema é muito eficiente.
    Obrigada pelo incentivo.
    Abs

    ResponderExcluir
  3. MUITO BOM!...Com pequenos tijolos é que constrói um prédio!...Excelente para olharmos para nosso relacionamento!...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suely, gostei do comentário.
      Que possamos usar tijolos de boa qualidade para a nossa construção.
      Bjo

      Excluir
  4. Respostas
    1. Olá Jorge,
      É um texto simples, porém eficaz. O autor e sua esposa são especialistas em assuntos conjugais, o que os habilita a serem específicos quanto aos problemas mais comuns e nocivos para os casamentos.
      Abs

      Excluir
  5. Abordagem excelente! Mostra a realidade leva cada um dos cônjuges a uma reflexão sobre sua postura no casamento.

    ResponderExcluir
  6. Excelente Artigo uma orientação valorosa para os casais

    ResponderExcluir
  7. A Paz do Senhor, irmã Carla Ribas!
    Excelente texto. Tomei a liberdade de publicá-lo em minha página no facebook, para que outras pessoas possam ser edificadas. Tive o cuidado de fazer as devidas referências ao autor, à sua tradução e ao Blog Viva Bons Momentos, para guiar os leitores ao seu maravilhoso blog. Sinto saudades do Programa Movimento Pentecostal, que acompanhei por muito tempo. Deus a abençoe,
    Pb Weliano Pires
    Ministério do Belém
    Osasco-SP

    ResponderExcluir
  8. Olá Weliano,
    Obrigada pelo comentário. Fique à vontade para publicar os textos, os créditos também são importantes.
    Bons tempos do Movimento Pentecostal. Estamos separando os momentos de reflexão do programa e postando no YouTube e aqui no Blog na tarja superior Canal VBM.
    Abs

    ResponderExcluir
  9. Ótimo texto irmã! Que Jesus Cristo continue a lhe abençoar a fim de que outros sejam edificados e abençoados!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns! Seu raciocínio foi lógico.

    ResponderExcluir
  11. Olá Pr. Maurício,
    Esse texto de Mark Merril é ótimo. Tento escolher o melhor para que os leitores possam se beneficiar da Palavra de Deus aplicada ao quotidiano.
    Volte sempre,
    Abs

    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos