O Sábado, Jesus e os Cristãos

O Pastor JD Greear reflete sobre o evangelho e o nosso descanso sabático - Ed Stetzer
Tradução e Versão: Carla Ribas

No quarto Mandamento, Deus estabeleceu o sábado como uma forma para que os israelitas se dedicassem ao seu relacionamento com Ele, descansem dos seus trabalhos, e lembrassem do Seu trabalho na criação e na redenção (Dt. 5:12-15). Essa foi a lei do sábado para Israel. O que tudo isso significa para os cristãos de hoje? 

É evidente que o sábado é tratado de forma diferente no Novo Testamento no Antigo Testamento.

Cristo nos libertou os aspectos técnicos da lei do sábado. 
O Novo Testamento nos ensina que Cristo nos libertou da lei, porque Ele tem cumpriu a lei. As leis de Israel, todas elas, cerimônias e códigos de vestimenta e dias especiais da semana, foram dadas como símbolos de uma realidade maior. Jesus aquela realidade maior; então depois que Ele veio, já não temos que observar todos esses símbolos. Assim sendo, a igreja primitiva acreditava que a ressurreição de Jesus cumpriu o sábado de três formas:

Em primeiro lugar, na ressurreição de Jesus entre os mortos, vemos o cumprimento dos propósitos de Deus e promessas para a Sua criação. A ressurreição do corpo de Jesus do túmulo mostra-nos que um dia Deus livrará este mundo velho e fadado à morte da sua maldição. Veja, a criação em que vivemos é bonita, sim, mas está deteriorada (Rm. 8:19-23). E Deus prometeu um dia ressuscitá-la.
Vemos as "primícias" da nova criação na ressurreição de Cristo. Então, aos domingos, refletimos sobre o fato de que Deus tem propósitos para nós e para a criação. E isso é emocionante! Como cristão, você sabe que Deus vai ressuscitar seu corpo dentre os mortos, e que o corpo ressurreto será muito melhor do que o corpo que você tem agora - nenhuma doença, sem deformidades. A Terra vai passar pelo mesmo processo de ressurreição. Pense sobre isso - Como seria um Grand Canyon ressuscitado? 

Em segundo lugar, na ressurreição de Jesus, vemos o "descanso" de Deus da redenção, ou "nova criação". Deus instituiu o primeiro Sábado após ter criado o mundo e descansou nele. Então, Adão caiu em pecado, e assim Deus levantou-se do seu descanso do sábado, começou a trabalhar de novo, desta vez Seu trabalho não estava na criação, mas na redenção, em direção a uma nova criação. E quando Jesus ressuscitou dos mortos, esse trabalho foi concluído. Assim, a ressurreição de Jesus foi um novo Sábado, um descanso da obra da redenção.

Em terceiro lugar, na ressurreição, vemos a prova das promessas de Deus para cuidar de nós. Deus entregou Jesus em nosso favor e O ressuscitou. Portanto, podemos ter certeza de que Deus vai cuidar de nós, mais ainda do que o primeiro sábado demonstrava o cuidado de Deus para os israelitas. 

Ainda devemos observar o princípio do sábado 
O ponto não é que o domingo é o novo sábado e agora torna-se o dia em que todos os cristãos em todos os lugares devem adorar. A questão é que o próprio Cristo é o sábado, e ao descansarmos e nos alegrarmos em Sua ressurreição, cumprimos este mandamento.

Mesmo estando livres das tecnicalidades da lei do sábado, ainda somos o povo de Deus, e ainda somos feitos do mesmo material que Israel. Isso significa que ainda devemos separar um dia da semana para observar o descanso sabático. Mas para os Cristãos, significa que descansamos e nos lembramos do Evangelho.

O evangelho é a realidade que mais define a nossa vida. O evangelho é a nossa identidade. Em Cristo, somos totalmente amados e totalmente aceitos por Aquele cuja opinião realmente importa. Não temos de basear a nossa auto-estima em nosso sucesso no trabalho ou no que os outros pensam sobre nós. E sabemos que Deus nos criou com um propósito. Ele dotou cada cristão especificamente para ser útil para o Seu reino, e Ele tem um plano específico para cada um. O evangelho é a nossa segurança. Eu sei que, se Deus me salvou, Ele cuidará de mim, e Ele cuidará de você também.

O Evangelho também nos lembra do nosso propósito. Quando vejo o mundo através do Evangelho, tudo começa a parecer diferente. Vejo que Deus ama o mundo intensamente, mas nem todas as pessoas conhecem a Deus. Vejo que todo ser humano precisa apresentar-se diante de Deus e prestar contas, e apenas aquele que recebe o Dom que Deus providenciou em Cristo será salvo. Isso me ajuda a ver o que é realmente importante na vida e focar novamente na missão. O evangelho proporciona essa clareza às nossas vidas. Toda semana, precisamos nos lembrar do evangelho e da nossa missão.


Fonte: http://www.christianitytoday.com
Tradução: Carla Ribas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos