Marisa Lobo, a justiça cega e a recompensa garantida


Marisa Lobo tem registro de psicóloga cassado por demonstrar sua fé na internet


Por Carla Ribas


Ao ler a notícia abaixo fiquei perplexa. A justiça brasileira está cega e sua balança precisa ser aferida. 


Os nossos magistrados tem que parar de fazer política e julgar de acordo com a lei. Em nome da liberdade de expressão, estão sendo parciais e transformando a opção gay em ditadura gay, permitindo que se ensine e incite a homossexualidade nas escolas, na televisão, influenciando as crianças e cerceando o direito dos psicólogos de tratar os que desejam deixar a prática.


Marisa Lobo é uma profissional competente. A crença que ela profere é direito seu - isso também faz parte da liberdade de expressão.

No consultório, caso procurada por um gay que mudou de idéia e deseja ajuda, ela usaria a própria psicologia para ajudá-lo a encontrar-se - ou não é para isso que se estuda?

À luz da justiça: Ser gay é uma opção, não uma doença. A pessoa tem direito de escolher. Se quiser ajuda para fazer o caminho inverso, ela é livre para isso. 

Querer ajuda também é opção, o psicólogo não é médico, portanto não é cura, é a ajuda - quando procurada pela própria pessoa que optou ser gay, a ajuda não pode ser negada, de outra forma o direito de liberdade de escolha estará sendo violado. 


Como bem observado pelo Pr. Ciro Zibordi:
A psicóloga Marisa Lobo tem sido perseguida, entre outras coisas, em razão de ter usado em sua conta do Twitter o binômio "Psicologia Cristã", mas ninguém fala nada de "Psicologia Espírita", usado há décadas por espíritas graduados em Psicologia. Isso que tem acontecido com a Marisa é perseguição religiosa e precisa ser denunciado. O curioso é que psicólogos estão proibidos pelo tal Conselho de Psicologia de ajudar homossexuais que tenham vontade de se tornar heterossexuais. Mas, se Daniela Mercury, depois de tanto tempo como heterossexual, resolveu tornar-se lésbica, por que um homossexual não pode buscar ajuda psicológica, caso tenha o desejo de se tornar ou voltar a ser um heterossexual?


Marisa: Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus MT 5.10


Eis a notícia:

Marisa Lobo tem registro de psicóloga cassado por demonstrar sua fé na internet



Psicóloga aguarda publicação no diário oficial do Conselho Federal de Psicologia
O Conselho Regional de Psicologia (CRP) do Paraná decidiu cassar o registro profissional da psicóloga cristã, Dra. Marisa Lobo, pré-candidata a deputada federal pelo Partido Social Cristão. O julgamento do Conselho de Ética por suposta quebra de ética profissional foi realizado na última sexta-feira (16).
Desde 2012 Marisa vem sendo intimada pelo CRP por não ter acatado a ordem de retirar de seus sites e redes sociais todo o conteúdo que vincule sua profissão a posicionamentos religiosos.
Marisa Lobo foi intimada após denúncias feitas por ativistas homossexuais e ateus que acusavam a profissional de ter usado o seu consultório para promover sua crença ou induzir convicções.
O site iGay, um dos mais influentes do país no segmento LGBT, convidou militantes, juristas, blogueiros e representantes da comunidade LGBT para apontar quem foram as pessoas que mais “dificultaram as conquistas pela igualdade de direitos em 2013”. O nome da psicóloga apareceu entre os 10 sugeridos pelo público.
Ao Gospel Prime Marisa Lobo informou que não houve chance de defesa e que “ninguém prestou atenção” quando o relator do caso falava a seu favor. “Ninguém pode ser cassado sem denuncia de paciente, mas eu posso porque sou cristã”, disse a psicóloga Marisa Lobo.
Cura Gay
Marisa Lobo enfrentou o Conselho Federal de Psicologia (CFP) ao participar de audiências públicas em favor do Projeto de Decreto Legislativo 234 que torna sem efeito parte do Artigo 3º e o Artigo 4ª da Resolução nº 1 do Conselho Federal de Psicologia.
O projeto foi apelidado pela imprensa de “Cura Gay”, por tentar reverter a invasão do CFP na relação psicólogo-paciente impedindo com que os profissionais tratem homossexuais que procurarem seus consultórios pedindo ajuda.
“Mesmo admitindo no relatório que eu não curei gay, ou ofereci tratamento, mesmo o relator afirmando que não foram encontradas provas de tal ato, ainda assim, me cassaram por eu dizer na mídia que conheço ex gay”, terminou.

Fonte: Gospel Prime
CPAD News

24 comentários :

  1. Já estou vendo o tanto de "evangélicos" ativarem o seu "kit mania de perseguição"... Mas o CRP-PR agiu certíssimo! Estava até demorando....

    Venho acompanhando os depoimentos públicos desta psicóloga, e várias vezes corei de vergonha ante suas ideias e atitudes em relação ao psiquismo humano.

    E, aqui, escrevo como psicólogo e como alguém que vive o Evangelho: Marisa Lobo -- independentemente de suas intenções de estar sendo "fiel a Deus e à sua fé" -- vinha agindo contra tudo o que é Ético; vinha, de fato, rebaixando os Direitos Humanos -- e até mesmo as verdades do Evangelho nas quais ela diz acreditar!...

    Se ela quer se sentir livre para propalar seus preconceitos e sua fé cega, que deixe de ser psicóloga mesmo!

    Até porque, agora ela vai viver dos fundamentalismos que viraram moda neste país: é candidata à Câmara Federal pelo PSC-PR, e, certamente, vai ganhar -- porque a massa dos que se sentem "perseguidos por causa do (des)evangelho" vai votar nela.

    Eu só lamento que o fundamentalismo, o corporativismo, a mania de perseguição e o preconceito cresçam cada vez mais nas mentes e nas práticas daqueles que dizem pregar o Amor de Deus.

    Que o Conselho Federal de Psicologia não retroceda! Afinal, ela não foi cassada por "postar sua fé nas redes sociais"; ela foi cassada por adotar práticas que vão contra o código de ética da Psicologia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexsandro, obrigada pelo seu comentário.
      Encontrei na internet, em um site Psicologia espírita o seguinte anúncio: Simpósio Internacional de Espiritualidade na Prática Clínica.
      Assim, o problema está esclarecido. Se o direito é para todos, os psicólogos evangélicos também podem professar sua fé. Você, como bom cristão, sabe que somos o corpo de Cristo e, quando um membro é atacado pela sua fé, acaba refletindo no corpo como um todo.

      Excluir
    2. Carla, parabéns por suas paciência e elegância, ao responder a cada leitor. Grato por compartilhar minhas modestas opiniões. Parabéns, mais uma vez, pelo blog, que está cada vez melhor quanto a conteúdo e forma.

      Ciro Sanches Zibordi

      Excluir
    3. É uma honra ter seus textos aqui publicados, Ciro.
      Abs

      Excluir
    4. Carlos26/5/14

      Curioso o comportamento desse Alexsandro, que diz ser "psicólogo" e "alguém que vive o Evangelho", e ataca com tanto ÓDIO a Dra. Marisa Lobo.

      Interessante...

      Segundo o Conselho de Psicologia (a serviço da militância gay), Marisa Lobo não pode se declarar cristã publicamente, tá, já sabemos...

      Mas quer dizer que para ATACAR e MENTIR sobre a Marisa Lobo, o "psicólogo" pode se declarar "cristão", como faz o comentarista acima?

      Aí o CFP deixa?

      Claro que deixa. Deve até dar uma medalha pro militante que faz isso.

      - - -

      Carla, parabéns pelo blog, muito bom, e, como disse o Ciro, parabéns também pela paciência e elegância.

      Abs.

      Excluir
    5. Oi Carlos, obrigada pela sua visita. Que bom que gostou do Blog. Volte sempre.
      Abs

      Excluir
    6. Exatamente isso Alexsandro!!
      A fé tem seu lugar, porém não deve ser confundido com ciência, não dá para sair rotulando a Psicologia 'Psicologia Cristã' 'Psicologia Agnóstica'... , o serviço a ser prestado deve ser baseado no código de ética do Psicólogo.

      Excluir
  2. Tudo bem, Carla. Eu entendo essa preocupação com o fato de alguns não serem punidos por publicarem práticas proselitistas. Mas há duas questões aí:

    1) O fato de associações espíritas não serem punidas pelo que fazem não permite a uma serva do Senhor -- que intenta propagar o Evangelho -- agir com a MESMA FALTA DE ÉTICA dos representantes das outras religiões.

    Marisa – como psicóloga – deveria entender que cada caso é um caso, por exemplo, em relação à questão gay; ela tem todo direito de crer na "LIBERTAÇÃO" da homossexualidade, mas este não é um assunto da psicologia (e é antiético ela acoplar isso à sua profissão); este é um assunto do Espírito Santo em cada coração.

    Este é o erro dela -- como psicóloga e como propagadora do Evangelho de Jesus.

    2) Nenhum psicólogo está proibido de expressar sua fé -- nunca esteve. O erro profissional de Marisa é MISTURAR a sua prática clínica à fé, o que compromete a sua isenção profissional. Seria o mesmo que um juiz, na hora do julgamento, pedir para alguém lhe trazer um profeta que lhe dê revelações sobre o caso.

    Eu sei que Deus pode interferir na vida de muitos de meus pacientes (e Ele o faz); mas o próprio Deus espera de mim que eu CONFIE QUE ESTA É UMA OBRA EXCLUSIVA DELE.

    Como psicólogo, eu não deveria me utilizar dos MEIOS DE COMUNICAÇÃO -- como Marisa faz -- para condenar ALGUNS homossexuais, por exemplo; pois, em assim fazendo, eu estou "MATANDO MUITOS TRIGOS CONFUNDINDO-OS COM JOIOS".

    Logo, a punição do CRP contra Marisa tem a ver com sua manifestação PÚBLICA e não com suas convicções PESSOAIS. Neste sentido, ela pecou contra a profissão e contra o Espírito de Deus, não discernindo que Deus tem poder de continuar visitando a muitos homossexuais, drogadictos e "aborteiros" -- ainda que o Congresso aprove leis que não se adéquam à nossa herança cristã.

    Enfim, a gente precisa entender os motivos pelos quais estamos sendo "perseguidos" -- se é por causa do Evangelho ou se é por causa de nossa falta de discernimento...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos26/5/14

      Caro Alexsandro, "psicólogo" que se diz "cristão".

      Desde quando a Marisa Lobo "condena homossexuais", como você alega?

      E outra: o fato da Marisa se declarar cristã na internet, não quer dizer que ela esteja "misturando" essa sua condição com a prática de psicóloga. Ela não está clinicando na internet.

      Marisa Lobo tem o DIREITO de se declarar cristã. Como você aqui também está fazendo (ainda que pareça um "cristão" bem esquisito, na minha opinião).

      Você se mostra muito satisfeito e alegre em CONDENAR a Marisa Lobo e comemorar a INJUSTIÇA que o Conselho de Psicologia (a serviço da militância gay) está cometendo contra ela.

      Me desculpe, mas esse seu discurso gayzista e raivoso, ainda que mal-disfarçado com algumas "referências ao Evangelho" (vai que cola, né?), não convence muito não.

      Excluir
    2. Olá Carlos, obrigada pelo seu comentário. Estamos todos tristes com essa perseguição à Marisa Lobo, mas sabemos que Deus é quem tem a palavra final para todas as coisas.
      Abs

      Excluir
  3. Caro Carlos,

    Você já viu uma “Odontologia Pentecostal”? Já viu alguma “Engenharia Cristo Edifica”? Já viu alguma “Medicina Aqui Jesus Opera”? Então, por que uma “Psicologia Cristã”? É contra isso que o CRP teve de se posicionar.

    Qualquer cidadão pode ter um site chamado “Psicologia Cristã” – mas não alguém que ATUA como psicólogo. Isso é o mínimo que se exige de um profissional, de qualquer profissão. Imagina se o Conselho de Contabilidade vai admitir que um contabilista difunda um site com o nome “Contabilidade Budista”? Só se a pessoa não for contadora, inscrita no Conselho...

    Realmente, não vi perseguição nenhuma à Marisa. Não estou contente com a cassação do registro dela. Estou triste por ela INSISTIR na própria cegueira ao ponto de perder o registro.

    Também não expressei ódio à Marisa. Eu só acho que o que é justo, justo é. E, neste caso, é bondade de Deus sobre a vida dela, para ver se ela reavalia os seus conceitos acerca do Evangelho. Vocês insistem em pensar que ela está sendo perseguida. Eu vejo é ela tendo a chance de perguntar a Jesus: “É isso mesmo que o Senhor espera de mim?” – e a resposta lhe seria uma surpresa. Mas tenho pouca esperança de que ela se pegue fazendo tais perguntas ao Senhor, pois ela está sendo “entronizada” com o apoio de uma parte de evangélicos que confundem “poder humano com poder de Deus” e que hão de torná-la mais cega ainda nas próximas eleições...

    Eu só escrevi antes “como psicólogo” apenas para ratificar que CRP nenhum me persegue por minhas convicções religiosas, e, sim, pela manifestação PÚBLICA e INCOERENTE que eu, como profissional do psiquismo humano, vier a fazer. Isto está muitíssimo claro na resolução do CFP – que a bancada evangélica tentou derrubar, e que você insiste em dizer que “milita” em prol da causa gay (reproduzindo os discursos de certos evangélicos que estão “na moda” nas mídias nacionais).

    Eu e todos os psicólogos sabemos que não estamos e nunca estivemos proibidos de atender a nenhum gay, muito menos aos gays que pensam poder “mudar” suas inclinações. O que eu faço aqui, nestas palavras, é ADMITIR A MINHA TOTAL INCOMPETÊNCIA PARA MUDAR QUEM QUER QUE SEJA nestas questões, pois quem muda é Deus. Marisa – e correligionários – têm dificuldade em lidar com a soberania de Deus ao sair por aí palestrando que “gays se tornaram héteros”. Se isso aconteceu, é porque Deus foi quem operou um milagre; não foi a psicologia. Então, sair por aí defendendo isto é, sim, agir com ANTIPROFISSIONALISMO. Milagres pertencem a Deus e não aos psicólogos. É anticristão admitir isto? Admitir que consultórios e psicólogos não tem poder sobre a sexualidade das pessoas é ser “militante gay”?...

    Eu sei que você gosta desse estilo de propagação do “evangelho segundo Marisa” – até, gentilmente, questionando a minha fé. Mas, veja: nós iríamos esperar o que de quem NÃO CONHECE o Evangelho (I Co 5: 9, 10)? A nossa luta é contra "o sangue e a carne" – por via de leis, contendas, mais confiança na Constituição do que em Jesus?! Não era para ser contra os "principados e potestades" (o que só é possível com oração, pregação, vida em comunhão com Deus, no amor aos irmãos)? Ou não é?

    Vejo Marisa como a ponta de uma preocupação desnecessária por parte dos cristãos no Brasil. O pessoal anda muito sem paz e sem confiança em Jesus, preocupados com leis pró-gays, pró-aborto, pró-drogas etc... Que temos nós com estas leis? Se o Brasil aprovar todas elas, Jesus vai deixar de ser o Nosso Senhor e libertador de todo o cativo? São essas preocupações desnecessárias que fazem a Marisa dar “bandeiradas” e atrair a atenção desnecessária sobre a sua conduta.

    [continua]

    ResponderExcluir
  4. [cont.]

    As portas do inferno não prevalecerão contra a igreja – AINDA QUE AS LEIS PREVALEÇAM... E nós só nos tornamos anticristos ao negociarmos valores ESPIRITUAIS por meio de LEIS CARNAIS e PARTIDÁRIAS (ainda que sejam do PSC...). O meu Reino não é deste mundo, disse Jesus. Mas o triste é ver os filhos do Reino cobiçando os ardis dos reinos deste mundo – e chamando isso de “pregação do Evangelho”...

    Essa missão de julgar a homossexualidade, o aborto, entre outras questões de “fórum íntimo” Jesus não confiou à Igreja. Pelo contrário, nos deixou bem avisados que muitos dos que fazem “sucesso” entre nós são fortes candidatos a serem lançados no inferno (Mt 7: 21 -- 23), enquanto aqueles contra os quais lutamos serão santificados e redimidos para a Glória (Mt 8: 10 -- 12; 21: 31) – você não imagina qual era o tamanho da polêmica que Jesus causava, ao elogiar CENTURIÕES, PUBLICANOS, MERETRIZES e os GENTIOS, ao mesmo tempo em que tecia duras críticas aos “evangélicos” de seus dias (os judeus). Os evangélicos precisam ter AUTOCRÍTICA, sem CORPORATIVISMO. Nisto consiste a salvação dos que se pensam salvos...

    Mas você acharia Jesus muito esquisito – como você está me achando aqui.

    Você pensa que minha fé é estranha. Sim! Ela é tão estranha como o nosso Deus no Antigo Testamento, que fazia duras críticas às pessoas do “povo de Deus”. O que você pensaria de o profeta Jeremias chamar o povo de Deus de "JUMENTA SELVAGEM NO CIO" (Jr 2: 24), de PROSTITUTA DESCARADA (Jr 3: 2, 3); o profeta Ezequiel chamou o povo de Deus de "mulher safada que gostava de homens de pênis enormes e que ejaculavam bastante", e que "gostava de ABRIR AS PERNAS A TODO HOMEM QUE PASSASSE" (Ez 16: 25, 26; 23: 20); Amós, ironicamente e com duplo sentido, chamou as mulheres de Israel de "VACAS de Basã" (Am 4: 1), etc. Enfim, a pregação ácida contra o pecado era feita aos “de dentro” e não aos “de fora”, como quer fazer a igreja evangélica braslieira.

    Minha fé é tão estranha quanto a de Jesus de Nazaré, que chamava os “Malafas” e as “Marisas” de seu tempo de “cegos, guias cegos, raças de víboras, filhos do diabo” (Mt 23, Jo 8: 40-48, por exemplo). Essas pessoas a quem Jesus tecia críticas ácidas nem eram pessoas más do ponto de vista da moral; mas eram pessoas que, em nome da moral cegavam os pequeninos do Pai. A intenção delas era boa – como são as da Marisa – mas Jesus as criticava por elas não confiarem plenamente no Senhor, querendo impor sobre as massas os próprios valores daquelas tradições.

    Denucniar estas coisas nada tem a ver com “ódio”, nem com “militância gay”. Às vezes, com CRENTES QUE SE FAZEM CEGOS, temos de agir com uma paixão profética, num tom EXTRAVAGANTE! Como Jesus foi com os “crentes” de seus dias. E o confronto não é por ódio; é por amor. Cristão que se faz cego só tem uma chance de se converter: ouvindo de Jesus que é "filho do diabo" (Jo 8: 36 - 44).

    Isso parece ódio. Mas não é. E você já está perdoado, caso não tenha me entendido.

    ResponderExcluir
  5. Essa autarquia infelizmente virou um núcleo de militância pró governo e pró politicamente correto.
    Conheci seu blog por indicação do Ciro.
    Paz em Cristo,

    http://ezequiel-domingues.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ah, estou repassando ao meu blog com o seu link ok?

    http://ezequiel-domingues.blogspot.com.br/2014/05/o-atestado-de-fracasso-do-conselho-de.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ezequiel, obrigada pela visita e pelo comentário.
      Vou visitar seu blog,
      Abs

      Excluir
  7. Parabéns Carla, excelente matéria.
    Gostei muito quando se referenciou ao corpo de Cristo "todos sofrem", é uma pena que há partes do corpo que estão doentes e precisam ser curadas (antes que seja necessário amputar!).

    Não acreditei no que li a respeito de uma noticia tão "sem respeito" como essa. Como pode uma pessoa ser a favor do mal da outra e ainda querer ser chamada de seguidora de Cristo. Tenho absoluta certeza que Jesus não agiria assim, Ele perdoaria, daria uma nova chance, “quem não tem pecado atire a primeira pedra.”
    Estamos vivendo um momento onde o "disfarce" está em alta e, dizer que é cristão virou modismo. Que possamos ver pelos frutos, pois a revelação virá pelos seus frutos, quem são as arvores boas.

    Deixo para meditação: “Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios crêem e tremem.”
    Alguns pensam que conhecem Deus, mas na verdade se enganam, sabem quem ELE (Deus) é, sabem que ELE (Deus) existe, mas não tem sua fé, sua confiança, sua esperança, fixa em Cristo. Alguns querem ser Deus!
    Que o Justo Juiz os julgue!

    Há momentos que parece que o Povo de Deus, pelo menos alguns dizem ser povo dEle, não estão no mesmo “barco”, pelo que li, parece que preferem que “todos os tripulantes morram afogados”, utilizam a Palavra de Deus para combater contra sua própria fé. Meu Deus, realmente é o fim! Que vergonha! Estudam tanto para serem defensores de si mesmo!

    Ajudar o próximo agora é errado (para não dizer crime). Bem, quando se trata de Cristão, é claro! Quando são outros, ou melhor, outras pessoas, ai tudo bem...

    Então penso nas palavras do Filho de Deus:
    “E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.”

    Que o Espírito Santo de Deus interceda por aqueles que acreditam, os demais deixo-os com suas próprias palavras para os defenderem ou condena-los, isso é com Deus!

    E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
    Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
    E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
    Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
    Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
    Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
    Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.
    E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.
    E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.
    Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo... (Mateus 24 4-13)

    Que não nos deixemos ser enganados!

    Já sou seguidor do seu blog e aprecio muito seus textos.
    SENHOR nos socorre!
    Pastor Ismael – blog “Aqui eu Aprendi!”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pr. Ismael,
      Conheço o seu Blog e gosto muito dele!
      Excelente comentário,
      Abs

      Excluir
  8. Anônimo31/5/14

    Continuem assim que o Islã está dominando o mundo.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo31/5/14

    Porque não tem o Código de Ética de Psicologia no site de Marisa Lobo?

    ResponderExcluir
  10. Alessandro, a questao que a Carla colocou ao citar o caso da associação espirita é unicamente a postura do Conselho, onde há claramente postura religiosa na clinica e na internet. Tem outro grupo que se intitula "psicólogos cristãos", embora nao usam da religiao no consultorio, mas possuem um site com essa denominação bem clara na MESMA IDEIA da Marisa. É só que no caso dela ela da palestra e é teóloga. Tudo isso soou a perseguição..Então va lá denunciar a psicologa da associação espirita que defende a "psicologia espirita" esta la no site, na pagina principal! Com crp e tudo. Vamos ver qual vai ser o desenroar da historia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alma Fiel,
      Isso mesmo, fico triste com essa perseguição, mas o nosso consolo é a promessa de Cristo: No mundo tereis aflições mas tende bom ânimo pois Eu venci o mundo e vós também vencereis.
      Essa promessa é valiosa para percebermos que nada se compara ao galardão que está preparado para aqueles que forem fiéis à Palavra de Deus.

      Excluir
  11. Psicologia é uma ciência que não deve jamais ter seus conhecimentos equiparados a uma religião! Psicologia é um ciência para o estudo da mente. Uma ciência laica!
    O profissional tem todo o direito de ter suas convicções, porém não deve equiparar crenças religiosas com a Psicologia pois isso pode direcionar as ideias de massas de forma equivocada, por essas massas possuírem pensamentos leigos sobre a ciência e o seu objeto de estudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roger, comentário equilibrado, sucinto e inteligente.
      Obrigada pela visita.
      Abs

      Excluir
  12. Roberto14/7/14

    Realmente não existe Odontologia Pentecostal e nem engenharia Cristã, mas não se trata disso, mesmo porque não dá para comparar Odontologia e Engenharia, que são Ciências exatas, com a psicologia. Na historia da humanidade sempre existiram filósofos cristãos, pensadores cristãos, historiadores cristãos e acredito que a psicologia está no mesmo nível dessas ciências do conhecimento humano. No entanto a questão que paira na nossa mente é o seguinte:
    Pode um conselho de qualquer profissão estar acima da constituição de um país?
    Vamos ver o que diz a constituição no seu artigo 5° inciso VI.

    "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;"

    Vamos supor que seja aprovada no congresso brasileiro uma lei que, mesmo veladamente, nos proíba ou cause um certo desconforto a qualquer cidadão de manifestar o seu pensamento ou crença a respeito de qualquer coisa. Essa lei não será considerada flagrantemente inconstitucional?
    Então porque um conselho profissional, que nem se quer é uma lei, vai estar acima da constituição?
    Concordo com o Alessandro quando ele diz que não devemos misturar as coisas carnais com as espirituais, mas não se trata disso, o foco é outra coisa, os cristãos devem sim se envolver no mundo com o sentido de influenciá-lo e não o contrário. Somos do mundo mas não pertencemos a ele, mas isto não quer dizer que não devemos influenciá-lo participando dele como cidadãos possuidores de direitos e deveres. Não foi isso que o apostolo Paulo fez quando protestou dizendo que era cidadão romano quando foi chicoteado? Ele não estava reclamando os seus direitos terrenos como a cidadania romana?
    O próprio Senhor Jesus não disse que nós devemos ser a luz do mundo e que as trevas aborrece a luz?
    Então não devemos abrir mão da nossa responsabilidade de sermos servos Deus influentes na nossa geração assim como servos de Deus no passado influenciaram as suas gerações. Paulo reclamou os seus direitos e nem por isso ele deixou de ser cidadão do céu. Acredito que a psicóloga Marisa Lobo está sim sendo perseguida no mais elementar direito humano que é a manifestação da sua crença e pensamento. Eu entendo que ela pode sim ter um site com a expressão "psicóloga cristã" pelo simples fato do site ser dela e ninguém, nem o Estado, nenhuma lei e nenhum conselho tem nada com isso, mesmo porque qualquer coisa que ela fale é o pensamento dela e psicologia não é Ciência exata. Psicologia, como toda ciência humana, tem as suas vertentes de pensamento assim como a teologia, sociologia, filosofia e nenhum psicólogo, teólogo, filósofo ou sociólogo está obrigado a pensar de acordo com os iluminados de qualquer conselho. Já imaginou o Filósofo Platão se sujeitar a um conselho de filosofia? Já pensou como seria se os filósofos do conselho chegassem a conclusão que Platão é maluco e não pode ser filósofo porque a sua filosofia está em desacordo com a estética filosófica ou em desacordo com a ética do conselho? A Ciência não iria evoluir porque muitos pensadores ficariam com medo de pensar e até mesmo com medo de enxergar o que os seu próprios olhos estão vendo. Marisa Lobo está apenas correndo atrás de um direito que é dela, e sinceramente, o conselho de psicologia extrapolou de suas atribuições.




    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos