Homenagem ao meu pai




Degmar Ribas  1922 - 2012
Pai
Ex-Combatente - Herói de Guerra
Descansa agora no Senhor

Por Carla Ribas

Quando eu era pequena, meu pai me ensinou a andar de bicicleta. Iniciamos com uma bike de três rodinhas na parte traseira e, após dominar as técnicas fundamentais necessárias para bons e seguros passeios dentro do percurso determinado pelos meus pais, fui agraciada com o direito de passar para uma nova etapa, desafiadora e importantíssima: retirar as rodinhas de apoio e finalmente aprender a andar sobre duas rodas.

Durante a primeira fase recebi instruções sobre equilíbrio, direção, concentração, velocidade, freios, curvas, cuidado com os carros da rua, pedestres e, somente depois de ter sido observada cuidadosamente durante o aprendizado pude passar para a outra etapa.
Foi uma alegria muito grande pois via as crianças da minha rua andando em suas bicicletas de duas rodas para todo lado e eu queria ser como elas.
"É simples:" - disse meu pai - "vou segurar na garupa e andar com você. Não olhe para os lados nem para trás, senão vc desequilibra e cai. Olhe somente para frente! Eu não vou te deixar.
E lá fui eu, relutante em não olhar para trás, dando um jeitinho de abaixar a cabeça, fingindo verificar o pedal mas na verdade procurando os pés dele acompanhando a bicicleta, titubeando muito até confiar que ele estaria realmente me segurando, me protegendo, presente nesse momento difícil porém necessário para eu pudesse viver o melhor daquela brincadeira.
Aquele era meu pai que, em tantos outros momentos, garantira que eu podia confiar nele e era verdade! Ele agora está literalmente me empurrando, me impulsionando para um passo maior, um passo de fé garantindo que estaria comigo. Então esqueci da dificuldade ao sentir o vento que batia em meu rosto, que sensação maravilhosa de liberdade! Em meio à alegria que toda criança sente ao dominar este pequeno veículo, por alguns metros pedalei com tanta confiança que  parecia que iria voar! Porém, quando tudo ia bem, decidi desobedecer as instruções que meu pai havia dado e, em uma fração de segundo, olhei para trás e o vi de longe sorrindo, satisfeito pela minha conquista! Perdi o equilíbrio e caí. Ele rapidamente me alcançou e me levantou, perguntou se eu estava bem, e disse: não tem problema, vamos começar de novo, mas desta vez não olhe para trás, olhe só para frente porque agora você sabe que consegue.
Depois de algumas tentativas lá estava eu, andando sozinha, olhando para frente, certa de que estava tudo bem.
Até hoje gosto de andar de bicicleta. Sozinha, com meu marido, com meus filhos. Não importa quanto tempo tenha passado, sempre me lembro do meu pai me segurando e dizendo: vai Carlinha, eu estou aqui, pode ir!

Quantas vezes precisamos enfrentar desafios na vida e nos sentimos despreparados. Pode ser uma nova etapa na vida, uma nova escola, faculdade, primeiro emprego, novo emprego, mais um filho, um cargo na igreja, iniciar seu próprio negócio, mudar de ramo ou de cidade.

Existe um período de aprendizado no Evangelho, durante nossa caminhada com Deus,  quando somos tratados como bebês: aprendendo a Palavra e como aplicá-la ao nosso quotidiano. É nessa fase que cometemos muitos erros pois tudo é novidade!
A transição para a próxima fase requer confiança, uma vez que já conhecemos Deus e sabemos que Ele é fiel. Mas a vida continua e não podemos ficar estagnados chorando, duvidando, lamentando e reclamando. É hora de colocar em prática o que Jesus ensinou e prosseguir, focar, conquistar, voar alto! Sentir o prazer e desfrutar tudo o que Ele preparou para nós!

Caiu? Levante e ande! Nada de auto piedade!
Escorregou? Levante e ande! Nada de reclamar!
Tropeçou? Levante e ande! Nada de lamentar!

Existe apenas um momento quando temos todo o direito de lamentar, chorar, reclamar, questionar: em oração com Deus. Sim, isso mesmo, Deus sabe o que pensamos antes mesmo de falarmos. Se Ele é o nosso Pai, melhor Amigo, Protetor, Salvador e Criador, por que não valorizarmos também os conselhos dEle?
Fale com Jesus como se fala com um amigo. Não perca tempo procurando palavras no dicionário para orar bonito. Deus não resiste a um coração quebrantado, a uma pessoa que tenta se enquadrar de acordo com a Bíblia, que serve a Deus não somente aos domingos, mas durante toda a semana, que depende dEle e reconhece essa dependência, mas ao mesmo tempo não tem medo de prosseguir, vencer desafios e ser valente em nome de Jesus.
Tudo o que conseguimos é com esforço. Deus não gosta de preguiçoso. Levante e ande, caminhe, estude muito, trabalhe bastante, valorize o que você tem, sempre reserve tempo para sua família em primeiro lugar, conquiste, fique feliz, festeje, alegre-se com as pequenas coisas, seja grata, sincera, prudente, sábia, divertida, dedique-se a tudo que precisar fazer, capriche porque Deus tem cuidado de você nos mínimos detalhes.
Você consegue ver as mãos do Senhor te segurando e ouvir a Sua voz dizendo: Vai filha, Eu estou aqui, pode ir!

Homenagem ao meu pai, Degmar Ribas, falecido em 18/12/12 aos 90 anos.

5 comentários :

  1. que lindo,Carla...fiquei emocionada em ler seu texto..também lembro do meu,um homem integro,pastor,que me ensinou desde pequenina os valores de uma vida decente!...Também se foi aos 85 anos,de repente!..havíamos conversado na noite anterior...
    Dói demais né?..
    Felizmente o Senhor segura nas nossas mãos!

    Deus lhe abençoe,e Jesus more no seu coração!..
    bjs
    Suely

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante Suely é que, quando se trata dos pais, não tem idade para o nosso sofrimento. Sabemos que um dia eles vão nos deixar, mas quando isso acontece choramos como crianças!
      Bjos

      Excluir
  2. Anônimo11/4/13

    Irmã Carla, sou uma mulher de 32 anos e seu blog é inspiração para mim. Venho pedir que nunca se cale, pois suas palavras têm sido as nossas, muitas vezes sufocadas pelo silêncio. Precisamos de você.

    Que Deus continue a abençoar grande e poderosamente,

    Com carinho,

    Jennyfer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jennyfer, que palavras lindas! Adorei! Conte comigo e ore pro mim.
      Obrigada querida!
      Bjo

      Excluir
  3. Amém, irmã Carla! A Paz do Senhor!

    Sucesso para o nosso Presidente, para a nossa Casa Publicadora e por que não dizer para o Programa Movimento Pentecostal.

    Abraço no Pr. Ronaldo.

    Deus abençoe a sua casa.

    ResponderExcluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos