Dízimo?

Dizimo
Por Carla Ribas

Algumas pessoas perguntam a minha opinião sobre o assunto. Vou ser rápida como a retirada de um band-aid:

É Bíblico e não somente no Antigo Testamento: Lv.  27.30   A décima parte das colheitas, tanto dos cereais como das frutas, pertence a Deus, o SENHOR, e será dada a ele. 

Como no Novo Testamento:  Mt. 22.21 Disseram-lhe eles: De César. Então, ele lhes disse: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus.


Qual era o assunto neste caso? Dinheiro, parte do ganho. O que é de Deus nesse caso? O que é devido. O próprio Jesus deu exemplo disso. Dez por cento do que você ganha não é seu, pertence ao Senhor. Sim, o mesmo Senhor a quem você ama e serve. Leia o capítulo e você vai compreender melhor.


Sei que muitas mulheres não são responsáveis pela administração do orçamento doméstico, porém, com sabedoria, conseguem explicar a seus maridos a importância dessa obediência Bíblica. 

Você quer ver ainda mais bênçãos em sua vida? Sabia que esse é um mandamento com promessa?  Ml 3.10   Eu, o SENHOR Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos. 

Para onde levar? Para a Igreja. Somente para a igreja. Depois de levar: condicional. Quer ver cumprir em sua vida? Então faça. Quem garante é Deus. Notem que estou falando de dízimo, não da entrega de tudo que você tem. É Bíblico! Qualquer dia falaremos sobre oferta e essa também tem que ser consciente e com sabedoria. Sabe, quem fica olhando para o que os outros pensam é como folha ao vento, não chega a lugar algum. Mas quem escolhe a Palavra de Deus sempre, sempre será bem sucedido. 

Existem vários estudos sobre esse assunto. Minha colocação é simples e Bíblica. Já falei aqui que a vida com Deus é mais simples do que se imagina. Quer que as coisas entrem nos eixos em sua casa? Quer ver bênçãos derramadas sobre a sua vida?  

Se você não é dizimista porque fica olhando para a vida de A ou B, saiba que o Senhor Deus vai cobrar de cada pastor a fidelidade na administração da igreja, inclusive dos dízimos e ofertas. Isso é com Deus. A nós cabe obedecer a Jesus. 

Assim como tudo na Bíblia, a decisão é sua. Use seu livre-arbítrio. Seja um cristão consciente e experimente vôos mais altos. 

10 comentários :

  1. Isso mesmo!..dou meu dízimo para minha igreja,porque é meu compromisso com Deus,baseada em tudo que a Bíblia diz.
    É responsabilidade de quem o administra,usá-lo segundo a Palavra,pois irá responder a Deus por isso.
    Suely
    http://sbertoncini.zip.net

    ResponderExcluir
  2. Oi Suely, que bom ter você aqui.
    Ótimo comentário!
    Bjo
    Carla

    ResponderExcluir
  3. A paz irmã Carla

    Gostei de sua posição, simples e muito objetiva.
    Recentemente, um irmão me recomendou alguns videos no youtube, combatendo contra esse precioso ensinamento da Palavra de Deus que remonta desde os tempos de Abraão, quando ainda a nação de Israel não estava formada (Hb 7:2). Não tem como negar essa realidade, mas há pessoas que negam. Pesquise e confira para seu conhecimento. Fique na paz de Cristo. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Márcio,
      Comentário oportuno o seu.
      Você sabe que quem deixa de entregar o dizimo abre mão de experiências incríveis com Deus.
      Obrigada.
      Comente sempre!
      Carla

      Excluir
  4. Olá Carla,
    Bons comentários os seus e palavras bem colocadas, mas ainda acho que o problema não é em si o Dizimo mas sim o jeito que muitas igrejas usam artificios para quase "obrigar" os seus membros a contribuirem, criando uma falsa atmosfera no qual Deus é praticamente obrigado a ser um agente abençoador dos que assim o fazem e quando as pessoas nada recebem, colocam a tal da teologia da batalha espiritual pra sustentar que o problema de muitos não serem abençoados é pq há algum problema espiritual ou forças...etc etc. Acredito sim que Deus me deixou encarregado de manter o sustento de sua obra.....mas sinto em discordar.....o certo em minha opinião era cada um continuar dando segundo seu coração conforme proprôs o nosso querido apostolo Paulo, sem pressão e sem tanto enfoque a GRANA, esquecendo que a verdadeira obra é salvação e não ser próspero.

    na paz

    ResponderExcluir
  5. Oi Benevalter,
    Sabe, quando leio o Antigo Testamento e encontro confirmação no Novo Testamento sei que devo obedecer.
    Não aceito terrorismo espiritual. Concordo que isso seja um problema para quem aceita. Mas nosso foco deve estar ajustado para olharmos somente para a Palavra.
    Oferta sim é dar segundo o coração. E Deus não fica devendo para ninguém.
    Dízimo é mandamento com promessa. Para comprovar basta entregar e fazer prova como cito em Ml 3.10.
    Obrigada pelo comentário.
    Carla

    ResponderExcluir
  6. Acredito que o assunto “dízimo” é o mais polêmico para a cristandade na atualidade.

    Penso que a fogueira da polêmica não apaga pelo jeito como grande parte da liderança cristã apresenta a questão dos dez por cento. Conheço poucos líderes que esclarecem que a vigência da obrigatoriedade referiu-se aos judeus, poucos afirmam que o cristão precisa adotar o sistema de dízimo com o coração voluntário e decidido a demonstrar na condição de dizimista o amor a Deus e ao próximo.

    Infelizmente – palavras de um pastor assembleiano, com aproximadamente 70 anos, jubilado, e com a cabeça ainda bastante lúcida – a má administração do montante arrecado chama mais atenção do que as boas administrações, que são em números maiores.

    Não costumo frisar o livro de Malaquias neste assunto. Gosto de usar Gênesis 14; Gênesis 28; Salmo 110.4; Hebreus 5; e Hebreus 7. Por quê? Porque nessas passagens está claro e patente o relacionamento de Cristo com a Igreja e através de Cristo o relacionamento do ser humano com Deus devocionalmente.

    Entregar o dízimo na igreja com o coração desejoso de ser alguém usado para abençoar vidas é uma situação que o Senhor se agrada.

    É um privilégio muito bom fazer parte do grupo de irmãos que sustentam financeiramente missionários no exterior; investem no evangelismo urbano; patrocinam abertura de novos templos; cuidam da manutenção de templos já abertos!

    E.A.G.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliseu,
      Ótimo comentário!
      Deus te abençoe,
      Carla

      Excluir
  7. A paz amada!

    Obs: Todas as vezes q o dizimo é citado no NT das 2 uma, ou ele é citado se referendo a pessoas do AT q deram o dizimo como Abraao por exemplo, no livro de hebreus, ou esta se referindo a judeus como na passagem q vc citou ou em mateus 23.23 por exemplo.

    Nao existe nenhum exemplo no novo testamento de um cristao devolvendo o dizimo. O NT sempre se dirige aos judeus nessa questao. Ate pq Jesus veio para os judeus e inclusive ele proprio era um bom judeus, q cumpriu a lei em sua totalidade.

    Em mateus 23.23 Jesus fala do dizimo se dirigindo aos fariseus, ou seja , judeus. Nesse periodo a igreja cristã ainda nao existia, por isso nao se pode e nem se deve usar essa ou outras passagens do NT referentes ao dizimo e aplica-las a igreja, ao cristianismo, pois isso nao é bibico. Nenhum escritor do NT se dirigio a cristao dizendo "devolvam o dizimo" ate pq o dizimo foi dado aos judeus e nao aos cristaos.

    O NT fala sim de ofertas voluntarias, a igreja em AT dava ofertas voluntarias, "quem dá semente ao que semeia", "Deus ama ao que da com alegria", tudo isso nao é dito para ser dado como obrigatorio, mais como algo voluntario, dado nao por lei, mais por amor a obra de Deus.

    Termino o comentario enfatizando novamente q nenhuma passagem do NT fala para os cristaos devolverem o dizimo, todas as vezes q a palavra dizimo aparece no NT ou se refere aos judeus q deram o dizimo no AT como Abraao em hebreus por exemplo, ou a judeus q viviam nos dias de cristo, como os fariseus em mateus 23.23 por exemplo, e nunca, repito, nunca a cristaos.

    my blog: http://teologiaaoseualcance.blogspot.com.br/

    A paz!

    Att,

    Hamilton Fonseca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Paz do Senhor Hamilton,
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Deus abençoe!
      Carla

      Excluir

Olá,
Obrigado por comparecer ao blog Viva Bons Momentos e interagir através do seu comentário. Sua opinião é importante para nós.
Lembramos que a legislação brasileira responsabiliza o blogueiro pelo conteúdo do blog, incluindo os comentários escritos por visitantes. Assim sendo, agradecendo a visita e a interatividade de todos, avisamos sobre nossa Política de Moderação de Comentários:
• O Editor do blog Viva Bons Momentos analisa todos os comentários e não publica conteúdos que infringem as leis. São eles: palavrões, digitações caluniosas; ofensivas, que contenham falsidade ideológica, que firam a privacidade pessoal ou familiar e, em determinados casos, os comentários em anonimato.
•O editor desse Blog não aceita publicar todos os comentários anônimos. Embora haja aceitação de digitação de comentários anônimos, não significa que o mesmo será publicado. Priorizamos a publicação dos identificados. Os anônimos são publicados apenas quando escritos objetivando a preservação do digitador quando o assunto referir-se a ele mesmo.
Obrigado,
Viva Bons Momentos